Ortodontia

Aparelho ortodôntico transparente: quais os diferenciais?

dezembro 11, 2018
Tempo de leitura 7 min

O sorriso retinho, alinhado e bem branquinho é o objetivo de muita gente. Mas existe uma questão que impede muitos de sequer começarem o tratamento: o aparelho fixo metálico. Vamos combinar que ele não é nada bonito, não é mesmo? Porém, esse problema já é passado desde o surgimento do aparelho ortodôntico transparente.

Mesmo que você saiba que o resultado será lindo, não é por isso que o processo precisa ser esteticamente desagradável. E foi por essa preocupação cada vez mais presente nos consultórios odontológicos que o aparelho ortodôntico transparente foi se popularizando. Hoje, ele é encontrado em diferentes opções, variando, claro, de acordo com a necessidade de cada paciente.

Quer saber um pouco mais sobre esse tipo de dispositivo? Então, continue lendo o post que vamos contar tudo!

Quais as vantagens do aparelho ortodôntico transparente?

Basicamente, a discrição do tratamento, ou seja, o fato de o paciente não ter que exibir um sorriso metálico. O aparelho convencional é formado por bráquetes (a parte do aparelho que fica colada na frente do dente), fios, tubos, bandas e também as borrachinhas, chamadas ligaduras elásticas. Há um tempo, havia até quem gostasse de variar as borrachinhas, disponíveis em várias cores, mas entre um público mais maduro a primeira opção sempre foram as cinzas, mais discretas.

O aparelho transparente, dependendo do modelo, atua da mesma forma na correção dos dentes, porém é fabricado com materiais translúcidos como policarbonato, porcelana policristalina ou monocristalina (os de policristalina são considerados os de melhor estética). Portanto, é uma ótima solução para pacientes adultos, que buscam um procedimento confortável e que não interfira em sua imagem, seja por motivos pessoais ou de trabalho.

Quais são as opções de aparelho transparente?

Com o aumento da procura pelos aparelhos transparentes, foram desenvolvidos alguns modelos diferentes para atender às variadas necessidades. Sempre lembrando que o diagnóstico deve ser feito por um dentista de acordo com os resultados dos exames, então, pode ser que a opção de que você mais gostou não seja a melhor alternativa para o seu caso.

Confira a seguir as opções de aparelhos transparentes que vão permitir um tratamento ortodôntico discreto.

Aparelho estético 

Esse modelo funciona da mesma forma que os aparelhos fixos metálicos, ou seja, promove, de maneira gradual, a movimentação dos dentes para sua posição correta. A principal diferença estão nos materiais translúcidos utilizados na fabricação, como comentamos acima.

Aparelho autoligado

Outra novidade que funciona como o dispositivo “fixo tradicional” é a dos bráquetes autoligados. Nesse modelo, os bráquetes dispensam o uso das borrachinhas, tendo nele mesmo uma espécie de tampa para prender o fio. Mas não podemos deixar de mencionar que nessa opção, mesmo os materiais sendo translúcidos, ainda se utiliza o fio metálico.

Aparelho lingual

Não se deixe enganar pelo nome, esse aparelho é fixado, sim, nos dentes; mas com uma diferença: na parte de trás, ou seja, em sua face interna. Esse modelo é o queridinho de quem busca um tratamento realmente invisível, pois, mesmo que ainda exista o fio metálico, ele está completamente escondido na face de trás dos dentes.

Então, para alguém saber que você está utilizando esse aparelho, é necessário abrir bem a boca. Essa alternativa é bastante indicada para atletas de esportes de contato, que poderiam ter ferimentos na boca se optassem pelo aparelho fixo tradicional.

Invisalign

Para quem busca tecnologia de ponta, o Invisalign é perfeito. Inclusive, pode ser usado em inúmeros casos: desde pequenos ajustes até tratamentos de alinhamento mais complexos. Isso porque ele é confeccionado em placas removíveis de acetado, que são colocadas sobre os dentes. Além disso, são planejadas por meio de um software 3D, que permite um encaixe perfeito na arcada.

Como escolher o aparelho ortodôntico transparente ideal?

Você viu que existem várias opções de aparelhos ortodônticos transparentes. Mas como escolher o modelo ideal? Como garantir um bom resultado no tratamento? Veja abaixo os fatores que é preciso avaliar.

Verifique a resistência

É necessário que você fique seguro ao colocar o aparelho. Para isso, o material precisa ser resistente para suportar os atritos e forças da mastigação. No caso do Invisalign você não terá nenhum tipo de preocupação, visto que a placa é flexível, feita de acetato. No lingual também não há com o que se preocupar, pois os componentes são iguais aos do aparelho metálico tradicional.

O paciente deve ter atenção ao escolher o aparelho estético: os produzidos em policarbonato são realmente mais frágeis. Já os dispositivos fabricados em porcelana são altamente resistentes e apresentam melhor resultado estético.

Confira a qualidade do material

Alguns materiais, como o policarbonato, também correm o risco de manchar, o que pode comprometer a discrição do seu tratamento ou restringir muito sua alimentação, já que será necessário evitar opções com corantes, como cafés, chás, açaí etc. Já os bráquetes cerâmicos (de porcelana e safira) quase não mancham.

Certifique-se dos cuidados que deverá tomar

Converse com seu dentista e se informe sobre todos os cuidados que é preciso ter em relação à higienização do aparelho e à alimentação para evitar qualquer dano ao dispositivo. Os aparelhos estéticos e linguais exigem bastante cuidado na hora da limpeza, já que após as refeições permitem acumular resíduos com mais facilidade.

Mas é possível fazer uma boa escovação utilizando itens voltados para quem usa aparelho, como o passa fio e escovas ortodônticas e interdentais, encontrados facilmente nas farmácias.

Visite um dentista de qualidade

Para que você escolha a melhor opção, é importante fazer o tratamento com um dentista especializado, de uma clínica de qualidade. Ele utilizará os melhores materiais e fará o acompanhamento necessário para que você termine o procedimento com o sorriso dos sonhos.

Quais diferenças entre aparelho ortodôntico transparente e invisível?

Você deve estar curioso para saber as diferenças entre as opções transparente e invisível, não é mesmo? Confira:

  • estética — o Invisalign é imperceptível no sorriso, já que a placa se encaixa perfeitamente nos dentes. Já os aparelhos transparentes podem ser vistos se alguém olhar bem de perto;
  • tecnologia — o dispositivo invisível é confeccionado com tecnologia 3D, que permite a simulação do resultado final e de cada etapa do tratamento;
  • limpeza — por ser removível, é muito fácil fazer a limpeza completa do Invisalign. Já a higienização do estético, lingual e autoligado pode tomar mais tempo do paciente;
  • conforto — como não é feito com arcos e fios, o dispositivo invisível é muito mais confortável e evita qualquer tipo de machucado ou atrito na boca;
  • praticidade — para um bom resultado do tratamento, o paciente deve evitar tirar o Invisalign. No entanto, para situações especiais, como casamentos ou outras festas importantes, é possível retirá-lo para curtir o momento.

Agora você já sabe que pode ter um sorriso igual ao das celebridades sem precisar exibir os componentes metálicos nos dentes. O aparelho ortodôntico transparente apresenta muitas vantagens, principalmente na estética durante o tratamento. Para quem busca ainda mais praticidade, conforto e discrição, a recomendação é optar pelo Invisalign.

Quer transformar o sorriso? Acompanhe outras dicas de saúde e estética bucal seguindo a gente nas redes sociais. Estamos no FacebookInstagramLinkedIn e YouTube!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário