Agende sua avaliação

8 atitudes suas que levam à perda do esmalte do dente

Tempo de leitura 9 min
O que você sabe sobre saúde bucal? Venha descobrir!

Alguns hábitos e uma alimentação inapropriada levam à perda do esmalte do dente. Como se sabe, o esmalte dentário é o tecido mais mineralizado do corpo humano e é um dos elementos que formam a arcada dentária.

Ele é responsável por proteger a polpa dentária e a dentina, que são as partes mais sensíveis dos dentes. Essas duas estruturas têm terminações nervosas, então, caso não estejam devidamente protegidas, o paciente sente dores. Além disso, a corrosão do esmalte dentário contribui para o aparecimento de doenças bucais.

Por isso, é importante adotar bons hábitos e cuidar bem da higiene bucal, uma vez que a perda do esmalte pode trazer consequências irreversíveis.

Ficou curioso para saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura deste post!

O que é a perda do esmalte do dente?

Quando falamos que um dente está perdendo o esmalte, estamos nos referindo a um desgaste que ocorre devido a maus hábitos e ao consumo de determinados alimentos — mas como identificar que o esmalte dos meus dentes está sofrendo desgaste?

Nem sempre é possível identificar o problema no estágio inicial, pois, quando os sintomas começam a aparecer, é porque já houve um grande desgaste nos dentes. Por isso, é importante ir ao dentista a cada 6 meses — ou, se não for possível, 1 vez ao ano.

O sintoma para o desgaste é a sensibilidade ao consumir doces e alimentos/bebidas quentes ou frios. Quando o estágio do problema já está bastante avançado, o quadro de dores tende a piorar, podendo aparecer manchas e rachaduras. Inclusive, os dentes podem ficar transparentes.

Quais são as principais causas da perda do esmalte dos dentes?

A perda do esmalte dentário tem diversas origens. Por isso, ela afeta pessoas de todas as idades — até mesmo as crianças. A seguir, listaremos as principais causas do problema, veja.

1. Escovação inadequada

Ter uma boa higiene bucal é imprescindível para quem deseja dentes bonitos e saudáveis para a vida toda. No entanto, alguns hábitos durante a escovação causam prejuízo ao esmalte dentário. O costume de colocar muita força durante a escovação agride o esmalte, causando desgaste ao longo do tempo.

2. Uso de cremes dentais abrasivos

Os cremes dentais abrasivos, aqueles que prometem clarear os dentes, podem trazer danos ao esmalte dentário, se usados durante muito tempo. Portanto, para preservar esse mineral tão importante, é preciso escolher pastas que não causem atrito.

3. Bruxismo

bruxismo — ato involuntário de ranger e apertar os dentes — é outro causador da perda de esmalte dentário. Isso acontece devido ao atrito que ocorre entre a arcada dentária superior e a inferior.

Esse problema requer um tratamento precoce para evitar que o grau de desgaste se torne grave e comprometa ainda mais o esmalte.

4. Alimentação inadequada

O consumo excessivo de alimentos e bebidas açucarados e com grande teor de acidez altera o PH natural da saliva, deixando a boca ácida e contribuindo para o desgaste do esmalte.

5. Cáries

Quando um dente está com cárie, significa que está cheio de bactérias. Esses microrganismos produzem ácidos que, aos poucos, causam a desmineralização do esmalte dentário.

6. Problemas na mordida

O desalinhamento dentário também contribui para o desgaste do esmalte dos dentes. Pacientes com problemas na mordida são fortes candidatos a desenvolver o problema, pois o processo de mastigação é prejudicado, gerando a perda do mineral.

7. Refluxo gastroesofágico

Pacientes que sofrem de gastrite também podem ter erosão do esmalte dentário. Isso acontece porque o refluxo leva ácidos contidos no estômago para a boca, deixando a saliva ácida e contribuindo para o desgaste nos dentes.

8. Traumas e maus hábitos

Pancadas na boca podem causar traumas na estrutura dentária. Por isso, quem pratica esporte deve proteger bem essa região. Além disso, pessoas que têm o hábito de morder tampas de caneta ou abrir objetos com os dentes correm um sério risco de prejudicar sua estrutura dentária.

9. Uso de escovas duras

O uso de escovas de cerdas duras agride o tecido mole e provoca abrasão dental. Sendo assim, recomenda-se que a higiene da boca seja realizada com uma escova de cerdas macias e sem aplicação de força excessiva, conforme mencionado anteriormente.

10. Bulimia

Pessoas que sofrem com a bulimia induzem o vômito para evitar o ganho de peso. Com isso, o conteúdo gástrico que chega até a boca provoca a perda progressiva da estrutura dental, especialmente do esmalte, que é a camada mais externa da superfície do dente.

11. Palitar os dentes

Geralmente, os palitos de madeira são utilizados como substitutos do fio dental. No entanto, além de esse objeto causar inflamação na gengiva, por empurrar restos de alimento para dentro desse tecido, ele também pode prejudicar o esmalte.

agendamento

O que fazer para prevenir a perda do esmalte?

Conheça alguns cuidados essenciais que ajudam a preservar o esmalte dentário!

Usar pasta de dente fluoretada

As pastas de dente que contêm flúor em sua composição formam uma película protetora sobre o esmalte dentário, o que evita que esse componente sofra com problemas como a cárie. Por isso, ao comprar um creme dental, verifique se ele é composto por fluoretos.

Outro ponto importante a ser observado envolve a quantidade de flúor. O ideal é que a pasta tenha acima de 1 mil ppm (parte por milhão) e até 1500 ppm desse mineral, pois quantias inferiores não conferem o mesmo efeito.

Visitar o dentista regularmente

Visitas regulares ao dentista também são indispensáveis se você deseja manter o seu esmalte dentário intacto. Isso porque esse profissional é o único habilitado para realizar determinados procedimentos, como a profilaxia e a aplicação tópica de flúor, que ajudam a fortalecer os dentes.

Como vimos, as consultas devem ocorrer preferencialmente a cada 6 meses ou, pelo menos, uma vez ao ano. Esse cuidado auxilia tanto na prevenção de problemas bucais quanto no diagnóstico precoce de uma série de alterações na cavidade oral.

Portanto, busque um dentista de sua confiança para realizar o acompanhamento da sua saúde bucal.

Não escovar os dentes imediatamente após as refeições

Ao finalizar uma refeição, o pH da boca está ácido. Essa condição torna a boca mais propícia à proliferação de bactérias ruins, que influenciam no surgimento das cáries. Além disso, a escovação, somada a essa acidez, provoca erosão dentária — processo de desgaste do esmalte do dente.

Desse modo, após se alimentar, espere pelo menos 30 minutos para escovar os dentes. Esse intervalo é importante para que a saliva consiga equilibrar o pH, que sofreu alterações pelas comidas ou bebidas ingeridas.

Consumir bebidas ácidas com canudo

Quando se deseja preservar a estrutura dentária, recomenda-se o consumo moderado de bebidas ácidas. No entanto, quando você for ingerir esse tipo de bebida, um cuidado bastante interessante é o uso de um canudo, pois isso diminui o contato do líquido com os dentes, o que evita os danos em sua superfície.

Como tratar o problema?

A perda do esmalte do dente é um problema grave que pode trazer sérias consequências para a saúde bucal do paciente. Esse tecido não tem a capacidade de se regenerar após sua destruição, porém, é possível reverter o quadro e restaurar a estrutura dentária do paciente.

Na realidade, o tratamento varia de acordo com a causa do problema, mas vamos às opções disponíveis. Veja, a seguir!

Aplicação de flúor e uso de produtos específicos

Quando o problema está em estágio inicial, o dentista adotará medidas que ajudem no processo de remineralização dos dentes. Nesses casos, a aplicação de flúor e o uso de pastas dentais específicas ajudam a interromper a perda do esmalte. Dessa forma, a camada dos dentes é restabelecida e fortalecida.

Restaurações, coroas e blocos

Quando o quadro de desgaste já está em estágio avançado e não há como remineralizar o dente, é preciso adotar medidas mais invasivas. Nesses casos, o dentista pode fazer uma restauração para devolver o formato do dente.

Em casos mais graves, quando há uma perda muito grande do esmalte dentário, a melhor solução é o uso de coroas e blocos de porcelana.

Uso de placas miorrelaxantes

Quando a causa do problema está relacionada ao bruxismo, o uso de placas miorrelaxantes é a melhor opção. As placas são confeccionadas em acrílico, acetado ou silicone e devem ser usadas durante o dia ou à noite para evitar que o problema se agrave.

Laminados de porcelana

As facetas de porcelana e lentes de contato também são boas opções para tratar a perda do esmalte dentário. O procedimento é indicado para casos em que o problema já está muito extenso e a aparência do sorriso fica prejudicada. Além de devolver a estética do sorriso, essas peças cumprem perfeitamente as funções mastigatórias dos dentes.

Os laminados são peças finas confeccionadas de acordo com a arcada dentária do paciente. Eles são aderidos na parte externa dos dentes e o procedimento é simples e indolor. Em poucas sessões, o paciente sai do consultório com o sorriso renovado.

As facetas e lentes de contato, quando bem cuidadas, duram por muitas décadas. Contudo, isso depende dos hábitos e cuidados do paciente.

A perda do esmalte do dente é um problema que prejudica a estética e a saúde do seu sorriso. No entanto, o problema tem solução. Para conseguir bons resultados, é preciso contar com profissionais competentes.

E aí, gostou deste post? Então, compartilhe o conteúdo agora mesmo nas redes sociais para informar seus amigos e ajudá-los a melhorar a saúde bucal!

Conte com a Maior rede de clínicas odontológicas do mundo para cuidar do seu sorriso e te deixar livre de incômodos! CLIQUE AQUI e agende agora mesmo sua avaliação na unidade OdontoCompany mais próxima de você?

será que eu preciso de aparelho

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

7 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.