6 dicas de como se adaptar ao aparelho dentário sem lesões e sofrimentos

Tempo de leitura 6 min

A fase de adaptação ao aparelho ortodôntico pode ser um período difícil para o paciente. A região da boca é muito sensível, por isso, é comum apresentar lesões e dores nos primeiros dias. Além disso, manter uma boa higiene bucal também se torna complicado porque a limpeza dos dentes e do aparelho exige mais atenção.

Apesar de parecer um bicho de sete cabeças, esse período dura pouco e os sintomas desconfortáveis somem após alguns dias. Para ajudar você a passar por essa fase com mais tranquilidade, listamos algumas dicas de como se adaptar ao aparelho dentário. Confira!

1. Tenha mais atenção com a alimentação

Inevitavelmente, sua rotina de alimentação precisará ser alterada após a instalação do aparelho fixo. Nos primeiros dias é comum que o paciente sinta bastante dor ao morder e mastigar, embora a intensidade do desconforto varie de um indivíduo para outro.

O ideal é que, inicialmente, você priorize comidas mais macias e que não exijam muita força na mastigação. Purês, sopas, iogurtes, frutas maduras e peixes são boas opções para tornar sua refeição menos desconfortável. Cortar os alimentos em pedaços pequenos e mastigá-los de forma lenta e suave também facilitará a ingestão.

Já os produtos mais duros como balas, amendoins, carnes e frutas verdes devem ser evitados durante todo o tratamento. Além de causarem dores nos dias mais sensíveis, podem danificar a estrutura do aparelho.

2. Utilize a cera ortodôntica

Pequenas lesões no interior da boca e na região dos lábios também são inevitáveis na fase da adaptação. Para ajudar o paciente a lidar com elas, o ortodontista costuma fornecer uma barrinha de cera que atua como proteção.

Com um pedaço da cera ortodôntica, faça uma bolinha e coloque sobre o bráquete que está machucando a boca, até cobri-lo. Assim você criará uma barreira entre o aparelho e a área sensibilizada, prevenindo maiores lesões.

É importante ressaltar, no entanto, que os machucados, feridas e lesões abertas, apesar de comuns, não devem ser ignorados. Eles podem se tornar porta aberta para infecções e inflamações, por isso, procure o profissional imediatamente para conter os danos.

3. Escove os dentes com mais cuidado

Manter a higiene bucal é essencial para evitar o acúmulo de restos de comida e de placa bacteriana entre os dentes e o aparelho. No entanto, fazer uma boa escovação costuma ser complicado para quem ainda está na fase de adaptação.

Para limpar entre os dentes, o fio dental pode ser utilizado com o auxílio do passa fio, uma ferramenta de plástico, similar a uma agulha, que ajuda a inserir o fio entre o arco do aparelho e os dentes.

A higienização deve ser feita após cada refeição para evitar cáries e manchas no esmalte dentário. Utilize um creme dental com flúor e uma escova de dentes ortodôntica. Evite pastas com propriedades clareadoras para não correr o risco de ter um sorriso com tons desiguais após a retirada do aparelho.

A escova deve ficar posicionada em um ângulo de 45 graus e a escovação ser feita com movimentos de vai e vem por cima dos bráquetes. Lembre-se, ainda, de escovar a língua e a parte de trás dos dentes.

Powered by Rock Convert

A escova interdental também é uma boa aliada para remover resíduos e placa acumulada, já que conta com uma cabeça pequena e com cerdas cilíndricas que conseguem alcançar até os espaços mais difíceis.

Por fim, utilize um enxaguante bucal para combater as bactérias e prevenir o aparecimento de manchas. Escolha sempre produtos que não contenham álcool em sua composição.

4. Faça compressas de água morna

Para aliviar as dores musculares ao redor da boca, muitas delas causadas pela pressão do aparelho, você pode investir em compressas com água morna. Deixe um pano quente encostado no rosto por 15 minutos, faça intervalos curtos e repita o procedimento enquanto se sentir confortável.

Tome cuidado com a temperatura da compressa para não irritar ou queimar a pele, seguindo sempre as recomendações do seu ortodontista. Ele fornecerá orientações valiosas sobre como se adaptar ao aparelho dentário e as práticas que devem ser evitadas.

5. Consuma relaxantes naturais

Alguns profissionais acreditam que o uso de anti-inflamatórios e de analgésicos podem interferir na movimentação dos dentes, atrapalhando o tratamento. Por conta disso, experimente usufruir de relaxantes naturais para aliviar as dores.

Os chás de camomila, hortelã e erva-cidreira podem ser utilizados para diminuir o desconforto nos primeiros dias, assim como o própolis e o óleo de cravo. Caso a dor seja muito intensa, procure seu ortodontista para avaliar o uso de medicamentos e nunca recorra à automedicação.

6. Tenha paciência

O processo de adaptação do aparelho fixo pode ser difícil e causar bastante incômodo e desconforto. Contudo, manter a calma é fundamental para passar por essa fase com mais tranquilidade e colher os frutos do tratamento.

Tenha em mente que você precisará reaprender a comer, falar e mastigar com um corpo estranho. Muitas vezes terá a sensação de que os dentes estão moles ou que sua boca está maior. Mas mantenha a calma. Esse período logo passará e os movimentos se tornarão naturais novamente.

Apesar de o processo de adaptação passar rápido, os cuidados com a alimentação e a higienização devem ser mantidos durante todo o tratamento. Isso é fundamental para garantir uma boa saúde bucal, prevenir doenças e evitar danos ao aparelho.

O aparelho ortodôntico é a melhor ferramenta para corrigir problemas como dentes apinhados, tortos e mordidas cruzadas. Ele é importante não só para corrigir disfunções, como também para aumentar a autoestima e melhorar a estética do paciente.

Pessoas que se sentem mais confiantes com seu sorriso são mais alegres, seguras de si e não têm medo de falar e se expressar publicamente. Ou seja, melhorar a estética dentária também contribui para o sucesso, tanto na vida pessoal quanto na profissional.

Apesar de muito eficiente, o tratamento ortodôntico exige um trabalho colaborativo entre dentista e paciente para priorizar os cuidados de higienização e garantir resultados. As consultas regulares com o profissional também são importantes para se informar sobre como se adaptar ao aparelho dentário, assim como a busca por clínicas com boa infraestrutura.

A OdontoCompany é uma rede de clínicas preparada para atender às mais diversas áreas da odontologia, oferecendo qualidade, infraestrutura e preços acessíveis. Entre em contato conosco e venha conhecer os nossos serviços.

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.