Ortodontia

Como vencer o medo de dentista? Veja 5 truques eficientes!

julho 4, 2019
Tempo de leitura 3 min

Muita gente acredita que o medo de dentista é frescura, mas isso não é verdade. O receio de visitar o profissional tem até nome, odontofobia, e pode fazer com que muitos pacientes negligenciem totalmente os cuidados no consultório, só para não terem que passar por esse pânico.

O barulho do motor, a posição da cadeira, o receio de procedimentos dolorosos e até o cheiro do consultório podem ser gatilhos para despertar uma crise de ansiedade. Contudo, ceder a esse medo trará consequências ainda piores, fazendo com que problemas simples se agravem e levando o paciente a necessitar de procedimentos mais agressivos. 

Você treme só de pensar em marcar uma consulta ao dentista? Listamos algumas dicas e truques para driblar o medo e enfrentar a visita com tranquilidade. Acompanhe!

1. Entenda os motivos do medo de dentista

Lidar com o problema de maneira racional pode ser uma boa solução. Por isso, antes de mais nada, tente entender qual a origem do seu medo. Você pode ter passado por experiências anteriores que foram muito dolorosas ou mesmo ter sido atendido por um profissional rude ou pouco empático.

Nesses casos, a melhor forma de contornar a situação é buscar por indicações de amigos e parentes para encontrar um dentista de confiança e se consultar sempre com o mesmo profissional. Converse com ele, exponha seus receios e busquem, juntos, alternativas para que os procedimentos sejam menos dolorosos.

2. Não tenha receio de fazer perguntas

Quanto mais você tiver segurança sobre o que será feito, mais relaxado conseguirá ficar. Por isso, não tenha medo de perguntar e esclarecer todas as suas dúvidas com o profissional.

Já pensou que você pode estar sofrendo por antecedência com um procedimento que, na verdade, é indolor? Estar esclarecido sobre cada etapa do tratamento é fundamental para que você consiga lidar com a ansiedade no processo.

3. Conheça as novas tecnologias usadas no setor

Outra situação comum é você ter pavor de um procedimento que foi realizado anos atrás, sem saber que a tecnologia avançou ao longo do tempo. Hoje em dia, as clínicas são ambientes mais agradáveis e confortáveis, e as anestesias locais são utilizadas em quase todos os tratamentos, tornando os procedimentos mais tranquilos.

As técnicas também se tornaram menos invasivas, e é possível até recorrer a aparelhos ortodônticos indolores e confortáveis, como os alinhadores transparentes.

4. Entenda a importância da visita

Ter em mente o quanto ter dentes saudáveis é importante para o bom funcionamento do seu corpo e autoestima é fundamental para que você tenha determinação de levar a consulta até o fim. Já pensou não conseguir comer tranquilamente ou sentir constrangimentos ao sorrir?

Pois é, muitas vezes, ao adiar uma consulta de rotina, você pode fazer com que problemas simples se agravem, levando até mesmo à perda dos dentes. É preciso sempre levar em consideração que a prevenção é a melhor forma de evitar tratamentos agressivos e complexos.

5. Utilize técnicas de relaxamento

Por fim, se você já criou coragem de marcar a sua consulta e de comparecer no dia, aposte nas técnicas de relaxamento para que a visita fique mais suportável. Ouvir música para disfarçar o som do motorzinho pode ser uma boa forma de se distrair.

Outro método eficaz é controlar a respiração na sala de espera. Respirar lentamente auxilia na redução da frequência cardíaca e alivia o estresse, causando uma sensação de relaxamento.

Visitar o consultório odontológico pode ser uma ação difícil, mas é preciso entender que esse é um ato de suma importância para garantir a saúde e a beleza do seu sorriso. Seguindo nossas dicas, você conseguirá lidar melhor com o medo de dentista e garantirá que os tratamentos sejam levados até o fim para os melhores resultados.

Curtiu o post? Assine nossa newsletter e receba muitas novidades diretamente em seu e-mail.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário