Veja aqui como tratar os dentes amarelados

Tempo de leitura 6 min

Os dentes amarelados são um dos principais fatores que balançam nossa autoestima — e não é para menos. Diariamente, somos bombardeados com fotos e vídeos de celebridades exibindo dentes branquíssimos e sorrisos perfeitos.

Mas na vida real, nem sempre é assim. Diversos fatores influenciam na coloração dos dentes e podem fazer com que eles fiquem mais amarelos. A boa notícia é que o problema tem solução e já existem tratamentos que conseguem devolver a brancura ao sorriso.

Neste post, esclarecerei tudo o que você precisa saber sobre o assunto e quais os tratamentos mais utilizados. Ficou curioso? Então, continue a leitura!

Por que os dentes ficam amarelados?

Apesar do amarelamento não ser um sintoma de doenças sérias, ele pode causar algum desconforto e até constrangimentos ao sorrir. Para prevenir o problema, é importante ficar de olho em alguns fatores que contribuem para essa mudança de coloração.

Falta de hábitos de higiene bucal

Uma das principais causas dos dentes amarelados é o não cuidado com a higiene bucal. Quando não mantemos uma rotina regrada, o acúmulo de placa bacteriana e, até mesmo, de restos de comida, atacam o esmalte dentário, revelando a parte interna, a que tem uma coloração mais amarelada.

Para prevenir a cor indesejada é preciso escovar os dentes com atenção, pelo menos, três vezes ao dia e passar o fio dental. As limpezas profundas devem ser realizadas em consultório, a cada seis meses.

Consumo de certos alimentos

Alguns alimentos podem pigmentar os dentes e alterar a sua cor original, por conta do excesso de corantes e açúcares. Entre os mais conhecidos estão as bebidas, como café, vinho tinto, chás e refrigerantes.

Ainda, alimentos que contém caroteno, como o tomate e a cenoura, também podem influenciar no aspecto amarelado.

Fumo

O mau hábito de fumar também é uma das principais causas dos dentes amarelos. Isso acontece porque o alcatrão e a nicotina, presentes em sua composição, causam manchas amareladas e acastanhadas no esmalte.

O escurecimento acontece de forma progressiva, por isso, o fumante pode não o perceber até que o problema já esteja em um estágio avançado.

Uso de medicamentos

Alguns medicamentos, como antibióticos, anti-histamínicos, anti-hipertensivos e antipsicóticos também podem interferir na cor dos dentes, principalmente quando ministrados em crianças menores de oito anos.

Para evitar o problema, é importante ler a bula dos medicamentos para consultar seus efeitos colaterais e conversar com seu médico e com seu dentista durante o tratamento.

Herança genética

Existem, ainda, os casos em que a coloração dos dentes não é resultado de um mau hábito, e sim de fatores genéticos. A dentina, camada mais interna dos dentes, pode se apresentar em diferentes tonalidades, variando de indivíduo para indivíduo.

Sendo assim, pessoas cujos pais têm dentes naturalmente mais amarelados ou acinzentados têm maior probabilidade de escurecimento.

Envelhecimento

Por fim, o amarelamento pode ser um processo natural do envelhecimento. Com os passar dos anos, o esmalte dentário vai se desgastando, fazendo com que os dentes percam o brilho e fiquem mais escurecidos.

Quais as opções de tratamento para dentes amarelados?

Se você notou que seus dentes estão ficando amarelados, não precisa se desesperar. Existem diversas técnicas clareadoras que podem ajudar a recuperar o branco, eliminando desde pigmentações leves até alterações intensas de coloração.

É importante visitar um profissional qualificado para investigar quais as causas do problema e encontrar a melhor solução para o seu caso. A seguir, listamos os principais tratamentos indicados.

Profilaxia e polimento dental

Trata-se de um procedimento seguro, que pode ser realizado em todos os tipos de pacientes e, além de remover manchas, previne o escurecimento e recupera o brilho dos dentes.

Ainda, é o tratamento mais simples e básico de clareamento, mas pode surpreender por seus resultados. A profilaxia e o polimento feitos em consultório ajudam a remover manchas mais profundas e eliminar pigmentos escuros.

Abrasão superficial

Embora não seja efetiva em todos os casos, a abrasão, também chamada de peeling dental, é indicada para pacientes que tiveram seus dentes manchados por fluorose ou ingestão de antibióticos na infância.

A técnica consiste na aplicação, em consultório, de substâncias abrasivas e polimento superficial até que as diferenças de coloração sejam eliminadas.

Clareamento dental caseiro

Esta é umas das técnicas de clareamento dental mais utilizadas e oferece resultados efetivos e duradouros. No entanto, o tratamento é mais longo do que os feitos em consultório e pode causar sensibilidade nos dentes.

Ainda, é feita por meio da utilização de uma moldeira transparente, que fica encaixada nos dentes, onde são aplicados géis clareadores, como o peróxido de hidrogênio e a carbamida, em concentrações específicas para remoção de manchas amareladas e escuras.

Clareamento ambulatorial convencional

Diferentemente da técnica caseira, o clareamento ambulatorial é feito em consultório e é finalizado em uma ou duas sessões. Além disso, é indicado para todos os tipos de amarelamento e gera pouca ou nenhuma sensibilidade nos dentes.

No tratamento, são aplicadas substâncias químicas em maiores concentrações para a remoção da camada mais externa dos dentes, deixando o sorriso mais homogêneo e eliminando a coloração amarelada.

Clareamento com laser

Mais sofisticada, esta técnica é semelhante ao clareamento ambulatorial convencional, no entanto, os químicos utilizados para o branqueamento são ativados por meio da luz fria concentrada de laser.

Lentes de contato

As lentes de contato ou facetas dentárias estão cada dia mais populares, pois promovem uma verdadeira transformação no sorriso. A técnica permite a construção de lâminas em tons próximos do branco absoluto e é a mais indicada para quem deseja um sorriso perfeitamente branco.

O tratamento consiste em colar uma “capa” de porcelana na superfície exterior dos dentes, permitindo criar um sorriso perfeito, com os formatos e tons desejados. Embora os resultados sejam muito satisfatórios, a técnica é mais invasiva e exige que seja realizado um desgaste prévio do dente.

Os dentes amarelados podem surgir por diversos fatores e, muitas vezes, causam desconforto e constrangimentos. Mas o problema não é motivo para ficar chateado. Com o auxílio de uma clínica de confiança, que utiliza toda a tecnologia e profissionais qualificados, você pode retomar a brancura do seu sorriso com o tratamento perfeito para o seu caso.

Gostou do post? Assine nossa newsletter e receba mais conteúdos como este diretamente em seu e-mail.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.