Agende sua avaliação

Contenção fixa e móvel: qual é diferença entre os aparelhos?

Tempo de leitura 6 min
O que você sabe sobre saúde bucal? Venha descobrir!

O aparelho ortodôntico exerce uma pressão sobre a arcada dentária, corrigindo disfunções no desenvolvimento e no crescimento dos dentes. No entanto, ao final do tratamento, é recomendado utilizar um dispositivo de contenção fixa e móvel para evitar que a dentição volte à posição original e comprometa, novamente, a saúde bucal da pessoa.

Pensando nisso, este conteúdo mostra quais são as características e para que serve a contenção fixa e móvel. Em seguida, o texto explica quanto tempo o paciente deve utilizar o dispositivo, quais são as vantagens e que cuidados são necessários para mantê-la em pleno funcionamento.

Continue a leitura e aprenda mais sobre o assunto! 

O que é aparelho de contenção fixa?

Respondendo à pergunta, o aparelho de contenção fixa é um dispositivo utilizado pelo dentista para garantir que os dentes permaneçam na posição correta. Geralmente, a peça é feita com material metálico e faz parte do tratamento ortodôntico, sendo introduzida na boca do paciente na última fase do processo.

O que caracteriza o aparelho de contenção móvel?

Por sua vez, o aparelho de contenção móvel, com aspecto muito similar ao aparelho ortodôntico móvel, também é uma peça utilizada pelo cirurgião-dentista para conter a movimentação natural dos dentes na arcada. Mas diferentemente do dispositivo fixo, essa opção se caracteriza pela mobilidade, podendo ser removido da cavidade a qualquer momento.

Para que serve a contenção fixa e móvel?

Até aqui, você entendeu o que é a contenção fixa e móvel. Mas a dúvida é para que serve esse dispositivo utilizado na última fase do tratamento ortodôntico, certo? Veja as funções de cada um dos aparelhos de contenção!

Contenção fixa

O aparelho de contenção fixa é indicado para pacientes que estão na última fase do tratamento ortodôntico. O dispositivo é fundamental para garantir o sorriso bonito e saudável, já que exerce pressão na arcada, mantendo os dentes na posição correta.

Contenção móvel

Assim como o aparelho de contenção fixa, a contenção móvel é importante para manter os dentes na posição em que eles estão, alinhados à arcada dentária após o tratamento ortodôntico. Isso ocorre porque o dispositivo funciona como uma barreira, evitando o processo de recidiva, ou seja, o retorno dos dentes às suas posições disfuncionais.

Quais são as principais diferenças entre aparelhos de contenção fixa e móvel?

Você já sabe quais são as funções das contenções fixa e móvel, mas quais são as diferenças entre cada um desses aparelhos de contenção? Confira as principais!

Local de colocação

O local de colocação é um dos pontos que diferencia as contenções fixa e móvel. Isso porque, os dispositivos têm indicações distintas. O aparelho de contenção fixa é utilizado, geralmente, para os dentes inferiores, com maior chance de desenvolver a recidiva.

Já a contenção móvel é colocada nos dentes superiores, evitando o retorno dos dentes à posição original nesse local.

agendamento

Possibilidade de remoção da boca

Outra grande diferença entre os aparelhos de contenção se deve à possibilidade de remoção da peça. O motivo é que, enquanto o dispositivo móvel deve ser retirado da cavidade na hora da alimentação, o fixo entra em contato com os alimentos.

Higienização

A higienização também é diferente a depender da indicação de uso para contenção fixa e móvel. Como o dispositivo fixo só pode ser retirado da boca pelo cirurgião-dentista, o paciente deve redobrar os cuidados para evitar que restos de alimento se prendam à estrutura metálica, aumentando a multiplicação de bactérias no local.

Portanto, para ajudar na limpeza bucal, uma opção é utilizar fios dentais com pontas rígidas, também conhecidos como passa-fios. O acessório facilita a higienização do paciente que utiliza contenção fixa, removendo restos de matéria orgânica da peça e dos elementos dentários.

Em relação à contenção móvel, basta remover o dispositivo na hora de se alimentar e ingerir alguma bebida, escovando os dentes sempre após as refeições e mantendo o hábito de passar fio dental para evitar o acúmulo de restos de alimento na cavidade.

Estrutura do aparelho

Por fim, a estrutura dos aparelhos de contenção é um ponto que diferencia os modelos fixo e móvel. Para você ter ideia, o dispositivo fixo é produzido com um fio metálico e o móvel é confeccionado com dois materiais diferentes, além de ter uma forma personalizada para cada arcada dentária.

Quanto tempo o paciente deve usar a contenção fixa e móvel?

Colocada nos dentes inferiores para reduzir a recidiva, o aparelho de contenção fixa pode ser utilizado pelo paciente durante toda a vida. Isso porque, com o envelhecimento, ocorrem as movimentações dentárias, uma condição natural do organismo que leva o dente para a sua posição original na arcada.

Em relação à contenção móvel, existe um tempo mínimo em que o aparelho deve ser utilizado para evitar a recidiva. Por isso, é crucial que o paciente, atendendo às recomendações do seu cirurgião-dentista, comprometa-se com o tratamento e retire o dispositivo da boca apenas quando for necessário.

Quais são as vantagens dos aparelhos de contenção?

Os aparelhos de contenção fixa e móvel garantem as funções e a estética do sorriso após o tratamento ortodôntico. Desse modo, caso a pessoa negligencie o uso do dispositivo no dia a dia, é possível perder os avanços conquistados com os aparelhos ortodônticos, tendo que lidar com as consequências associadas à disfunção no crescimento e desenvolvimento dentário.

Que cuidados são necessários com os aparelhos de contenção fixos e móveis?

Para quem utiliza a contenção fixa, é importante redobrar os cuidados com a alimentação, evitando alimentos rígidos, que exigem muita força na mastigação e podem comprometer a estrutura metálica do aparelho. Em relação à contenção móvel, é preciso higienizar o aparelho fora da cavidade, utilizando uma escova dura sem creme dental para limpar a peça.

Aqui, você entendeu o que são e porque os aparelhos de contenção fixa e móvel são diferentes, com indicações específicas para cada quadro clínico. Sendo assim, não deixe de visitar o consultório do dentista, que examina a cavidade e analisa se os dispositivos estão funcionando corretamente.

O que está esperando para contar com os melhores dentistas da sua região? Entre em contato com a Odonto Company e agende a sua avaliação odontológica!

será que eu preciso de aparelho

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.