Agende sua avaliação

Conheça os tipos de materiais usados nas lentes de contato dental!

Tempo de leitura 6 min

Quem não gostaria de harmonizar a dentição e ficar com o sorriso dos famosos? A busca por resultados estéticos e funcionais na dentição é um dos principais motivos que levam os pacientes ao consultório odontológico, mas você sabe quais os tipos de lente de contato dental e para que situações esse tratamento revolucionário é indicado?

Neste texto, entenda também como a técnica é realizada sobre os dentes frontais para tratar disfunções no tamanho, no espaço e na coloração dentária. Por fim, descubra qual o melhor momento para fazer a manutenção das lâminas e por quanto tempo duram essas estruturas superfinas na boca.

Comece a leitura agora mesmo e tire todas as dúvidas sobre o assunto!

Qual a aplicabilidade das lentes de contato dental?

Antes de prosseguir com detalhes sobre o tratamento odontológico, vale compreender que as lentes de contato dental são finas camadas de cerâmica que cobrem apenas a parte externa do dente, corrigindo desvios e harmonizando o sorriso do paciente.

Estruturas que auxiliam na correção de problemas dentários, as lentes de contato dental podem ser usadas em apenas um ou em vários dentes disfuncionais, a depender do diagnóstico e da prescrição do dentista. O procedimento é indicado, principalmente, nestes casos:

  • pessoas com excessivo espaço entre os dentes (diastema);
  • dentição muito pequena na fase adulta;
  • harmonização no tamanho do dente;
  • dente danificado por cárie ou traumas;
  • alteração na coloração do sorriso, por causas internas ou externas.

Por outro lado, a técnica não é recomendada para dentes fracos e que apresentam grande possibilidade de cair, má oclusão (disfunção entre as arcadas superior e inferior da boca), sobreposição de mordida e desgaste de esmalte dental devido a problemas na higiene bucal.

A confecção das lentes de contato dental pode ser totalmente manual, computadorizada (com fresagem tecnológica e programas computacionais) ou mista (fresagem e colocação manual das camadas). Porém, você sabe quais são os principais materiais utilizados na confecção das peças ultrafinas?

Quais os principais materiais utilizados?

Recomendadas para fins estéticos e funcionais no sorriso, as lentes de contato dental têm dimensão de 0,2 a 0,4 mm, a depender do tratamento, e são feitas com estas cinco substâncias resistentes e moldáveis, com distintas indicações e restrições terapêuticas:

  • cerâmica feldspática convencional — porcelana comum cujo tempo de uso é menor e tem maior chance de fratura e de infiltração por cárie;
  • cerâmica feldspática reforçada por leucita — material vidro-cerâmico reforçado com melhor resultado estético e duração na boca;
  • silicato de lítio reforçado por zircônia — técnica com dissilicato que apresenta resistência a impactos externos e ótimo aspecto estético;
  • zircônia translúcida — utilizada em próteses fixas e lentes de contato, o material consegue se aproximar bastante da aparência natural da dentição devido às transparências causadas pela introdução de óxidos de zircônia na estrutura laminada;
  • dissilicato de lítio — é o material mais utilizado nos atuais tratamentos estéticos e funcionais com laminados, uma vez que confere resistência e aparência natural às camadas superfinas.

O material de confecção das lentes de contato dental é bastante importante para o resultado do tratamento. Por isso, converse com o seu dentista e peça a ele indicação sobre o componente mais adequado para tratar seus problemas bucais, mantendo o custo-benefício e a segurança.

Powered by Rock Convert

Por que lentes de contato dental são diferentes das facetas?

Muitos pacientes chegam com esta dúvida ao consultório: qual a diferença entre as lentes de contato dental e as facetas em resina ou porcelana? Para responder à questão, é preciso ter em mente que as lentes têm menor espessura se comparadas às peças facetadas, as quais têm 0,7 mm de densidade e são indicadas para correções complexas no sorriso.

Devido à espessura mais grossa, as facetas também desgastam mais a dentição da pessoa, uma vez que têm maior impacto sobre os dentes originais, os quais passam por intervenção antes da fixação das peças.

Portanto, para saber se seu caso requer lentes de contato ou material facetado, peça recomendação a um especialista em Dentística (área da Odontologia que cuida da cosmética e da restauração dos dentes) e faça a intervenção em uma clínica devidamente equipada.

Como funciona o processo de aplicação das lentes?

Neste momento, a dúvida que fica é esta: como funciona a aplicação do produto cerâmico nos dentes? Após a primeira consulta e a indicação profissional por lentes de contato dental, o dentista faz uma moldagem da boca do paciente, seja com scanner bucal, seja com outro método, a partir do qual se cria um modelo da dentição a ser reparada.

Concluída a etapa de planejamento, o próximo passo é a colocação da peça, a qual é colada sobre o dente original, depois de um pequeno desgaste na região. A preparação para a colocação do material superfino envolve um produto ácido, que ajuda a unir o composto cerâmico ao dente.

Geralmente, o especialista não faz uso de anestesia durante o processo, apenas se o paciente precisar de uma intervenção mais complexa. Da mesma forma, o dentista pode anestesiar a pessoa ao longo do procedimento para que ela não sinta desconforto nos dentes mais sensíveis aos materiais envolvidos na colocação do produto. 

Quando fazer a manutenção e quanto tempo dura a lente?

A manutenção das lentes de contato dental é bastante simples, uma vez que o material não costuma perder a cor natural e tem uma longevidade de 10 a 15 anos de uso. No entanto, é preciso fazer visitas ao dentista para cuidar da saúde bucal, examinando-se semestral ou anualmente e de forma pontual quando sentir algum desconforto na boca.

De toda forma, a recomendação para quem opta por esse procedimento é evitar alimentos com consistência dura, deixar de roer as unhas e não abrir embalagens de produtos com a dentição, uma vez que o impacto dessas atividades pode danificar as camadas ultrafinas.

Neste texto, você descobriu quais são os tipos de lente de contato dental, procedimento em composto cerâmico ideal para harmonizar o tamanho, o espaço e a coloração dos dentes frontais. Mantendo a higiene bucal e visitando o consultório odontológico periodicamente, você consegue prolongar a durabilidade das peças superfinas.

Agora que você sabe o que é, como funciona a colocação e com qual material são feitas as lentes de contato dental, ajude seus colegas e familiares a compreender melhor esse tema. Compartilhe já o post com seus amigos nas redes sociais!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

3 Comentários

  1. Esse trabalho é feito por médicos ou passa também pelo protético!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.