Implantes

Implante com prótese de zircônia: veja as principais vantagens

agosto 6, 2019
Tempo de leitura 6 min

O implante com prótese de zircônia é uma das opções para quem faz esse procedimento dentário e, por sinal, é uma excelente escolha, devido aos diversos benefícios que proporciona aos pacientes. Além de ser um material esteticamente bonito, a zircônia ainda dura muito tempo, dependendo dos hábitos e cuidados do paciente, claro!

Apesar de não ser muito conhecida pela maioria dos pacientes, a zircônia já é utilizada na odontologia há muitos anos, inclusive para restaurações dentárias. Ficou curioso e quer saber mais sobre as vantagens de fazer um implante com prótese de zircônia? Então, acompanhe o post que criamos especialmente sobre o assunto!

O que é zircônia?

A zircônia ou óxido de zircônio é um material que substitui o metal em tratamentos odontológicos, pois o metal oferece um aspecto mais acinzentado e menos estético. Ela é um tipo de porcelana, que serve para ser aplicada na infraestrutura das próteses. A zircônia proporciona um resultado mais natural, pois o material é translúcido e, por isso, se assemelha à cor dos dentes.

Por isso, não há a presença de sombras, como acontece em próteses que utilizam o metal, o que deixa o sorriso do paciente mais harmônico e esteticamente bonito.

Quais são os principais benefícios da zircônia?

Fazer um implante com prótese de zircônia oferece diversos benefícios ao paciente, visto que o material é bastante seguro. A seguir, vamos citar as principais vantagens do uso desse material na implantodontia.

  • material biocompatível: a zircônia é biocompatível com o organismo humano e, portanto, o paciente não corre o risco de sofrer com alergias ou rejeição;
  • alta durabilidade: é um material muito resistente, por isso, pode durar muitos anos;
  • esteticamente bonito: tem o objetivo de substituir o metal, o que proporciona um resultado mais agradável;
  • confortável: o metal costuma deixar gosto na boca, o que não acontece com a zircônia. Além disso, o material não conduz calor, o que reduz a hipersensibilidade nos dentes
  • hipoalergênicas: não provocam alergias, que são problemas comuns em próteses de metal;
  • melhora a saúde bucal: as próteses de zircônia não permitem que haja infiltrações por causa de cáries dentárias;
  • alternativa eficiente em casos específicos: quando o paciente não tem osso suficiente para fazer um implante dentário, a zircônia se torna a melhor opção;
  • estabilidade de cor: não mancha e não altera o tom com o passar dos anos, como acontece com materiais como a resina.

Como a zircônia é utilizada na implantodontia?

A zircônia é utilizada tanto para a confecção de próteses quanto como implante, ou seja, ela pode substituir o pino de titânio. No primeiro caso, o dentista faz a cirurgia e fixa o pino de titânio na mandíbula do paciente e finaliza com a prótese de zircônia. 

Já no segundo caso, em vez de usar o implante de titânio, é utilizado o material feito de zircônia. Ele tem o mesmo formato e proporções do parafuso de titânio, apenas a matéria-prima é diferente.

Contudo, diferente dos implantes de titânio, no qual o tratamento usa duas peças diferentes, em procedimentos nos quais todo o implante é feito com zircônia, é confeccionada uma única peça, ou seja, o pino e o dente artificial são o mesmo componente.

A vantagem desse material é o ganho estético, pois quando o paciente sofre com retração de gengiva e as raízes dos dentes ficam expostas, não prejudica tanto a beleza do sorriso. Isso porque o implante de zircônia é semelhante à cor dos dentes, então as pessoas não percebem que se trata de um implante.

Já no caso de retração gengival e o paciente tem um implante de titânio, os pinos ficarão expostos, o que deixa a estética do sorriso bastante comprometida.

Quais são as principais diferenças entre o implante com prótese de zircônia e outros tipos?

Como todo tipo de tratamento dentário, um implante com prótese de zircônia oferece vantagens e desvantagens. A recomendação do material a ser utilizado depende do caso clínico do paciente e apenas o dentista pode dizer qual a melhor opção, depois de fazer uma análise completa do caso do indivíduo.

Isso porque há diferenças entre o zircônio e outros materiais, que serão citados a seguir. Confira!

Preço

Como o implante de titânio é bem mais utilizado que o de zircônia, seu custo de produção é menor. Esse fator influencia diretamente no preço do tratamento, que é mais acessível que o implante de zircônia.

Integração do implante no corpo

Tanto o titânio quanto a zircônia são biocompatíveis e, por isso, se integram facilmente ao osso no qual foram implantados. A diferença é que há muitas pesquisas sobre o uso do titânio, ao passo que os estudos sobre os implantes com esse novo material ainda são limitadas.

Estética

Embora os implantes de titânio proporcionem um resultado bastante estético, há pacientes que ficam preocupados com a aparência das linhas cinzas da gengiva. Nesse caso, a substituição do titânio por zircônia melhora significantemente essa situação, deixando o paciente mais seguro em relação ao resultado estético do tratamento.

Menor risco de inflamação nas gengivas

Os implantes dentários aumentam o risco de acúmulo de placa bacteriana, o que causa infecção nas gengivas. Por isso, a higiene bucal de quem tem implantes deve ser mais cuidadosa. No entanto, alguns especialistas dizem que, pelo fato de os implantes de zircônia sejam feitos com uma única peça que contempla raiz e dente artificiais, o risco de acúmulo de placa é menor.

Durabilidade

Nesse quesito, ambos os materiais são bastante resistentes, apesar de que a zircônia tem uma elasticidade menor.

Técnica para fixação dos implantes

Como o implante de zircônia é feito com uma única peça, é preciso que o dentista tenha mais cuidado na hora de fazer a cirurgia para a fixação do dente artificial. Diferente dos pinos de titânio, os implantes de zircônia não podem ser totalmente enterrados nas gengivas.

Essas são as vantagens do implante com prótese de zircônia. Para que o tratamento proporcione resultados satisfatórios, é preciso contar com um bom profissional e, além de tudo, seguir todas as recomendações do dentista durante o período pós-operatório.

Gostou do post e ficou curioso para saber mais sobre esse procedimento? Entre em contato conosco e fale com um especialista! 

Você também pode gostar

4 Comentários

  • Avatar
    Responder Norma norberto viviani agosto 17, 2019 at 4:04 pm

    Gostaria de saber msis sobre implantes
    Já tenho ,mas faz dez anos e agora preciso trocar
    Vcs cobram para fazer orçamento?

    • Dr. Paulo Zahr
      Responder Dr. Paulo Zahr setembro 18, 2019 at 5:17 pm

      Olá, Norma! Primeiramente, de qual cidade você fala?

  • Avatar
    Responder Edimario josé agosto 27, 2019 at 1:59 pm

    Preciso de tratamento vcs tem alguma franquia em recife?

  • Deixe um comentário