Agende sua avaliação

Saiba como é o aparelho para bruxismo e quais as suas vantagens

Tempo de leitura 6 min

Você acorda com dores na mandíbula e no rosto? Tem enxaquecas frequentes e sensação de que seus dentes estão moles? Pode ser que o aparelho bucal para bruxismo ajude no seu caso. Não se assuste, não tem nada a ver com magia ou bruxas!

Ligado ao estresse e à ansiedade, o bruxismo é um distúrbio comum e, muitas vezes, não diagnosticado. Quando leve, pode passar despercebido e ser confundido com dores de cabeça e desconfortos. Porém, se agressivo, pode causar desgaste severo e fraturas dentais.

Neste post, você descobre o que é o bruxismo, como tratá-lo, quais são os principais tipos de aparelhos para bruxismo e muitas outras informações relacionadas ao tema. Siga a leitura e aprenda mais com a gente!

O que é o bruxismo?

O bruxismo é caracterizado como um movimento involuntário de apertar e ranger os dentes, comumente desencadeado por situações de estresse. Essa condição está associada a uma hiperatividade dos músculos mastigatórios, o que pode resultar em diversas problemáticas.

Entre os principais problemas, destacam-se o desgaste dentário, a deterioração da articulação temporomandibular e a possibilidade de ocorrência de fraturas dentais. Além disso, o bruxismo pode desencadear enxaquecas intensas que se irradiam por toda a face, impactando significativamente o bem-estar e a saúde bucal.

Alguns cuidados podem aliviar os sintomas, mas o distúrbio não tem cura. É necessário reprogramar a musculatura utilizada na mastigação aos poucos; para isso, é utilizado o aparelho bucal para bruxismo.

Como o aparelho para bruxismo funciona?

Muito parecido com as placas de clareamento caseiro, o dispositivo pode ser feito e utilizado de diversas maneiras. Um bom diagnóstico e um dentista especializado serão essenciais para determinar o tipo a ser recomendado.

A ideia do aparelho para bruxismo é impossibilitar ou dificultar a movimentação excessiva e impedir o encaixe dos dentes. Dessa maneira, aos poucos, o corpo deixa de insistir na ação.

Se o problema é apenas noturno, a placa pode ser usada só na hora de dormir. Porém, caso perceba que os movimentos involuntários acontecem no meio do dia, em situações estressantes, pode ser proposto o uso diário dela.

Os materiais também variam e cada um tem sua indicação. Fique sabendo, porém, que uma escolha mal feita pode levar ao agravo da situação e ao estímulo de maiores movimentações involuntárias. Portanto, não deixe de conversar com o seu dentista de confiança, é ele que pode introduzir o melhor aparelho bucal para o tratamento do bruxismo.

Como saber se ele é necessário?

O diagnóstico precisa ser feito por um dentista. Afinal, a expertise do especialista é valiosa para garantir não apenas a introdução do aparelho bucal para bruxismo, como a eficácia do tratamento e também a saúde geral da boca, prevenindo complicações e assegurando um sorriso saudável a longo prazo.

Todavia, a sua vivência deve ser considerada. Por isso, preste atenção às dores na face e na cabeça ao levantar, dor na articulação da boca, dificuldade de abrir e fechar a cavidade bucal, sensação de dentes moles, fratura ou desgaste, já que esses são indicativos de bruxismo.

Quais são os tipos de aparelhos para bruxismo?

Agora que você já sabe o que é o bruxismo e como o aparelho funciona, vamos destacar os diferentes tipos de aparelhos para bruxismo. Esses aparelhos são importantes para controlar o hábito de apertar e ranger os dentes, algo comum em momentos de estresse.

Conhecer as opções disponíveis é superimportante para escolher o melhor tratamento. Existem aparelhos mais macios, outros um pouco mais rígidos, e cada um tem suas vantagens. Siga a leitura e conheça as possibilidades!

Aparelho macio

Geralmente de poliéster, é mais maleável que os demais. Contudo, pode estimular o apertamento dental por ser macio. Seu desgaste é rápido por causa de sua menor resistência, mas seu preço é baixo.

Aparelho semi-rígido

Feito de plástico, sua confecção é muito parecida com a do macio, mas o material é diferente. Ele é mais resistente que o primeiro, pouco menos maleável e confortável também. É eficaz em não permitir a movimentação da arcada dentária.

Aparelho rígido

Esse último é de acrílico e é o mais indicado. Espesso, rígido e resistente, é mais caro que os anteriores e menos confortável. Todavia, é o que tem melhores resultados. Sua superfície lisa força a musculatura a abandonar o hábito parafuncional.

Como cuidar do aparelho para bruxismo?

Cuidar do aparelho para bruxismo é super importante para garantir que ele funcione direitinho e ajude a controlar o ranger dos dentes. Primeiro, é essencial seguir as orientações do dentista sobre como limpar e guardar o aparelho.

Normalmente, basta usar uma escova macia e água fria para fazer a limpeza diária. Aqui vale reforçar que a água quente não é recomendada para higienizar o aparelho, já que isso pode danificar o material.

Além disso, é importante que você respeite a indicação de tempo de uso. Seu dentista indicou o uso durante a noite? Então siga a prescrição e use-o apenas nesse horário. É importante também que você leve o aparelho nas consultas odontológicas, assim, o profissional que está cuidando de você consegue observar se está tudo certo com a peça!

Consequência de não cuidar do aparelho

Não cuidar corretamente do aparelho para bruxismo pode acarretar em várias consequências desagradáveis. Primeiramente, o aparelho pode perder a eficácia se não for mantido limpo e em boas condições. Isso significa que não conseguirá cumprir sua função de controlar o bruxismo.

Além disso, a falta de higiene do aparelho pode levar ao acúmulo de germes e bactérias, causando problemas na boca, como mau hálito e irritações na gengiva. Sem contar que ele também pode se desgastar mais rapidamente, perdendo sua durabilidade e, em alguns casos, causando desconforto na boca.

Existem outros cuidados que podem ajudar no tratamento do bruxismo?

O uso da placa (ou aparelho) não é negociável. Só ela é capaz de reprogramar a musculatura e reeducar sua função. Por outro lado, o tratamento com o aparelho para bruxismo pode demorar algumas semanas para apresentar resultados; por isso, alguns cuidados ajudam a minimizar as dores e os incômodos.

Faça exercícios de relaxamento facial e aplique gelo. Quando os músculos são forçados demais, eles ficam inchados pela alta produção de ácido lático; por isso, o alongamento ajuda a dispersar essa substância e o gelado diminui o inchaço.

Tente não se incomodar com pequenas coisas, reduza o estresse e mantenha hábitos mais saudáveis. Dormir bem e beber água também são dicas infalíveis para manter a saúde: elas ajudam em tudo!

Para finalizar o nosso papo sobre o aparelho bucal para bruxismo, é importante reforçar a importância de um profissional competente para fazer a escolha do tipo adequado de aparelho, a correta adaptação à boca do paciente e os ajustes necessários ao longo do tratamento.

Gostou de saber mais sobre o aparelho para bruxismo? Se você tem curiosidade sobre saúde bucal, siga-nos no Instagram, inscreva-se em nosso canal no YouTube e curta a nossa página no Facebook!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.