Agende sua avaliação

Como o ato de ranger os dentes tem relação com a ansiedade? Entenda aqui!

Tempo de leitura 3 min

O acúmulo de obrigações sociais, a preocupação excessiva e a rotina intensa podem levar a um quadro de ansiedade, uma doença psicológica que, em geral, causa sudorese, aumenta a frequência de respiração e contribui para o hábito involuntário de ranger os dentes. Pensando nisso, este texto explica como o paciente ansioso pode desenvolver bruxismo, tratado com aparelho específico para essa disfunção.

Além disso, o post mostra como o ato de ranger a dentição prejudica a saúde bucal, quais são os principais sintomas do bruxismo e por que procurar ajuda profissional é essencial para evitar que o problema se agrave. Tem interesse no tema? Continue a leitura e aprenda mais sobre esse assunto!

Por que o movimento involuntário de ranger os dentes se associa ao bruxismo?

O bruxismo é uma doença bucal caracterizada, principalmente, pelo hábito involuntário de apertar os dentes. Nesse caso, o paciente não tem controle sobre o ato de exercer pressão na estrutura dentária, o que fica mais forte durante o sono e os ataques de ansiedade.

Por qual razão o ato de ranger os dentes é prejudicial para a saúde?

Quem sofre com o hábito de ranger os dentes deve procurar ajuda profissional para diagnosticar e tratar a disfunção. Em caso de bruxismo, esse cuidado deve ser redobrado, já que a disfunção exerce muita pressão sobre a dentição, podendo desgastar, amolecer, fraturar ou até mesmo levar à perda dos dentes.

Qual é a relação entre o hábito de ranger os dentes e a ansiedade?

A ansiedade, o estresse excessivo, a sensação de raiva e a frustração podem ocasionar o quadro de bruxismo, uma vez que têm influência sobre a carga de pressão exercida sobre a dentição e, principalmente, na região do maxilar — estrutura que sustenta os dentes superiores, ligando os músculos da cavidade bucal ao osso do crânio —, como um reflexo da situação psicológica pela qual passa o paciente.

Powered by Rock Convert

Quais são os principais sintomas de bruxismo?

Você já sabe que o principal sintoma do bruxismo é a excessiva pressão sobre os dentes, principalmente ao dormir. Mas quais são os outros efeitos que essa doença causa ao organismo? Estas são algumas características comumente relacionadas à disfunção:

  • aumento da sensibilidade nos dentes;
  • dor de cabeça;
  • incômodo na região da mandíbula;
  • dor de dente;
  • desgaste do esmalte dentário, que reveste a dentição e protege a parte interna do dente da ação de micro-organismos;
  • dor de ouvido;
  • transtornos alimentares;
  • depressão;
  • ansiedade.

Em todo caso, é imprescindível ser avaliado por um profissional, tanto o dentista quanto o terapeuta, para obter o diagnóstico mais adequado sobre a sua saúde.

Por que buscar ajuda profissional para tratar essa condição?

O cirurgião-dentista é o profissional indicado para examinar, diagnosticar e tratar problemas bucais. Por isso, você deve recorrer a uma clínica segura, na qual seja possível fazer uma ótima avaliação oral e, se for o caso, começar rapidamente o tratamento de bruxismo, que deve envolver, também, a odontologia integrada e uma equipe multidisciplinar, para controlar a sensação de ansiedade.

Neste post, você viu por que o hábito de ranger os dentes involuntariamente está relacionado a uma doença bucal, o bruxismo, que compromete a dentição e pode levar, inclusive, à perda dental. Dessa forma, indica-se que a disfunção seja tratada por um profissional quanto antes, a fim de evitar problemas mais graves de saúde e promover uma qualidade de vida melhor para o paciente.

Gostou do texto? Se sim, continue se informando sobre problemas bucais e tratamentos odontológicos que melhoram o bem-estar. Assine, agora, a nossa newsletter gratuita e receba outros materiais interessantes sobre o tema!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.