Agende sua avaliação
raspagem de tártaro

Raspagem de tártaro dói? Saiba mais aqui!

Tempo de leitura 3 min

Hoje em dia, quem não quer ficar com um sorriso bonito e saudável para aproveitar o melhor da vida? Apesar da resposta óbvia, muita gente não realiza a correta higienização da boca e sofre com problemas estéticos e funcionais, a exemplo do acúmulo de placa bacteriana nos dentes. Assim, surge a questão: raspagem de tártaro dói?

Pensando nisso, vamos te mostrar como é realizada a raspagem de tártaro, uma técnica fundamental para manter a saúde bucal em dia. Além disso, o material explica quando o procedimento é indicado e informa qual é a importância de seguir uma rotina de cuidados com a boca, escovando a cavidade e frequentando o consultório odontológico com frequência.

Boa leitura!

Afinal, a raspagem de tártaro dói?

É verdade que muita gente se pergunta se a raspagem de tártaro dói. Mas essa resposta depende, pelo menos, de dois aspectos: a sensibilidade do paciente a procedimentos odontológicos e o tipo de raspagem realizada na estrutura dentária pelo dentista.

A depender da gravidade da situação, a técnica pode requerer anestesia local, evitando possíveis desconfortos com a intervenção.

Como é realizada a raspagem de tártaro?

Existem diferentes tipos de raspagem de tártaro, como a supragengival, remoção do material orgânico com instrumentos manuais, e a subgengival, que usa a cureta para retirar o tártaro menos visível da boca. Contudo, o procedimento se inicia, geralmente, com um criterioso exame da cavidade oral do paciente.

Após o diagnóstico conclusivo sobre o tártaro, que se caracteriza pelo enrijecimento da placa bacteriana (película pegajosa formada por micro-organismos), o dentista utiliza um aparelho para retirar essa camada de bactérias tanto na superfície dos dentes quanto na linha abaixo da gengiva.

Quando a raspagem de tártaro é indicada?

A raspagem de tártaro é recomendada para pacientes que não realizam a correta higienização bucal e sofrem com o acúmulo e o enrijecimento da placa bacteriana na superfície dos dentes e na região da gengiva.

Assim, o procedimento consegue retirar essa camada, repleta de micro-organismos, combatendo doenças infecciosas na boca.

Por que fazer a limpeza dos dentes com frequência?

Não há dúvidas de que, para manter o sorriso bonito e saudável, é preciso cuidar diariamente da saúde bucal, realizando a correta higienização da boca — com escovação dos dentes, limpeza da língua e uso de fio dental, por exemplo.

Da mesma forma, é necessário visitar o consultório do dentista com frequência, seja a cada 6 meses, seja anualmente. O motivo é que esse profissional é capacitado para fazer uma avaliação detalhada do caso, tratando disfunções e evitando possíveis complicações na cavidade oral.

Neste artigo, nós te explicamos a questão: “raspagem de tártaro dói?“, mostrando como essa técnica afeta a sensibilidade das pessoas diferentemente. Mas, em todo caso, é essencial remover o acúmulo de placa bacteriana no consultório odontológico, evitando doenças como cárie, gengivite (infecção na gengiva) e periodontite (forma grave de gengivite).

O conteúdo foi útil para você? Se sim, continue se informando sobre problemas bucais e possíveis tratamentos para deixar o sorriso harmônico.

Veja, agora, o que causa o tártaro!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.