Agende sua avaliação

Estomatite infantil: veja os sintomas e tratamentos!

Tempo de leitura 6 min

Você já ouviu falar sobre a estomatite infantil? Embora este seja um problema bem comum, especialmente entre as crianças com menos de 3 anos, ele ainda é pouco falado por aí. Então, é hora de conhecê-lo melhor!

Como o nome já indica, a estomatite consiste em uma inflamação. No entanto, ao contrário do que podemos imaginar, ela não está associada a um problema no estômago, mas sim na cavidade oral!

Continue a leitura para saber mais sobre o tema e descubra quais são as causas, sintomas e como é feito o tratamento da estomatite infantil. Afinal, nossos pequenos merecem o melhor e a informação é o caminho certo para garantir isso. Vamos lá!

O que é a estomatite infantil?

Estomatite é o nome dado a uma inflamação que acontece na mucosa da cavidade oral. Ela também pode afetar áreas próximas, como a garganta. Por isso, os sintomas mais comuns estão associados à fala e à alimentação.

Quais são os sintomas envolvidos na estomatite infantil?

Conheça, agora, alguns dos principais sintomas que podem fazer parte de uma crise de estomatite infantil.

Irritabilidade

A irritabilidade é um dos principais sintomas entre as crianças que sofrem com a estomatite. Isso porque as lesões causam muita dor e desconforto, fazendo com que os pequenos fiquem “chorosos” e extremamente sensíveis.

Falta de apetite

É natural que o apetite também seja prejudicado com tantas lesões na cavidade oral. Muitas vezes, inclusive, a criança até sente fome e quer se alimentar, porém não consegue devido a dor intensa. É bem chato e preocupante!

Ferida nos lábios e bochechas

Outro sintoma clássico é a presença de aftas na região oral. Isso inclui os lábios, as bochechas e até mesmo a língua. As feridas são bem identificáveis: são úlceras com o centro esbranquiçado e bem vermelhas em volta. Impossível confundir!

Febre

Algumas crianças podem apresentar febre junto com a estomatite. Normalmente, ela é baixa e se dá por conta da inflamação, do estado emocional e da ação do vírus responsável pelas lesões, que está ativo no corpinho dos pequenos no momento da manifestação clínica, ou seja, da presença dos sintomas.

Dificuldade de engolir e falar

Por conta das aftas, é muito comum que a criança apresente dificuldade de engolir e até mesmo de falar. Por isso, não se espante caso veja desconforto na hora da amamentação ou das refeições em geral. Esse é outro motivo pelo qual comer pode ser tão desagradável nesse momento.

Salivação

A dificuldade para fechar a boquinha e o próprio desconforto podem fazer com que o bebê ou a criança salivem em excesso. Isso acontece tanto enquanto eles estão acordados quanto na hora de dormir, sendo outro sinal clássico da inflamação e da dificuldade de deglutição.

Sangramento na gengiva

Em alguns casos, a estomatite também pode fazer com que aconteçam sangramentos na cavidade oral, especialmente na região da gengiva. É claro que esse sintoma pode estar associado a outras razões, mas é preciso ficar de olho!

Por que esse problema aparece?

Há algumas causas possíveis para o surgimento da estomatite. O primeiro é a presença do vírus da herpes comum, presente em mais de 90% da população brasileira. Quando ocorre uma diminuição da imunidade, por qualquer motivo, ele tende a ser “ativado” e gera manifestações clínicas, como as lesões da estomatite.

No entanto, esse não é o único motivo para que elas apareçam. Outras causas são:

  • outros vírus, como o coxsackie;
  • imunidade baixa;
  • uso de aparelho odontológico;
  • lesões variadas na boca, como as provocadas por alimentos cítricos, entre outros.

Quais são as formas de diagnosticá-lo?

O diagnóstico da estomatite infantil é feito a partir dos sintomas. O médico pediatra ou dentista vai avaliar a boquinha da criança, verificar os sinais e prescrever o tratamento adequado. Algumas vezes, ambos precisam trabalhar juntos para lidar com a situação.

Vale a pena ressaltar que, na maioria das vezes, a situação é percebida pelos próprios pais, ao avaliarem a cavidade oral do pequeno. Se você não tem o hábito de fazer isso, comece a fazer!

Como a estomatite costuma afetar crianças bem pequenas, é possível que elas não verbalizem a situação, por não conseguirem falar. No entanto, vão demonstrar de outras maneiras, o que faz com que a atenção dos responsáveis seja indispensável nesse contexto.

Qual é o tratamento feito na estomatite infantil?

O tratamento da estomatite infantil é feito com o objetivo de controlar os sintomas. É preciso esperar que o problema siga o seu curso, mas isso não significa que é preciso sentir dor durante o processo.

Alguns passos que são seguidos incluem:

  • o uso de medicamentos para a dor;
  • uso de produtos para otimizar a cicatrização das lesões;
  • higienização da cavidade oral;
  • implementação de uma dieta líquida ou pastosa, a fim de amenizar o desconforto, entre outros.

É possível prevenir esse problema?

Há, sim, formas de prevenir o problema. Elas não são 100% eficazes, mas podem diminuir as ocorrências da estomatite infantil!

De modo geral, algumas dicas são:

  • manutenção da imunidade da criança, com uma alimentação adequada, aplicação de vacinas e mais;
  • higienização adequada da boquinha, independentemente da idade do pequeno;
  • cuidados com a alimentação, evitando alimentos muito cítricos ou duros, que possam lesionar a mucosa, entre outros.

O que fazer em casos de estomatite?

Na maioria dos casos, a estomatite é autolimitante. Isso significa que os sintomas tendem a diminuir com a passagem do tempo, sem gerar qualquer tipo de prejuízo para a vida do paciente.

No entanto, o processo é muito doloroso e desconfortável, fazendo com que a criança sofra bastante. E não queremos isso, não é mesmo? Então, o indicado é sempre levá-la a um médico ou dentista assim que as lesões forem notadas.

De modo geral, não é recomendado esperar mais do que 3 dias para que essa consulta seja feita. Isso, inclusive, permite que os profissionais possam verificar se realmente se trata de uma estomatite ou se estamos diante de um problema diferente.

Como podemos ver, a estomatite infantil é um problema muito comum, mas também bem sério. Apesar de ter uma resolução fácil, ele causa muito incômodo aos pequenos, exigindo intervenção para que os sintomas sejam aliviados.

Aproveite para conhecer outro problema relativamente comum entre as crianças, o bruxismo infantil! Assim como a estomatite, ele causa bastante incômodo e pior, pode prejudicar o desenvolvimento da criançada e gerar prejuízos para a saúde. Boa leitura!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.