Agende sua avaliação
estomatite

O que é estomatite aftosa recorrente? Entenda!

Tempo de leitura 3 min

Por acaso, você enfrenta inflamações na boca com frequência, como aftas, bolhas ou ulcerações? Saiba que é preciso ficar atento a esses sinais. Já que eles podem indicar um quadro de estomatite aftosa recorrente.

Trata-se de uma inflamação que acomete, geralmente, crianças e pessoas que apresentam alguma deficiência do sistema imunológico. Nesse último caso, é comum em pessoas que estão com doenças crônicas do tipo HIV/Aids. Felizmente, há tratamento.

Quer saber mais detalhes sobre o assunto? Acompanhe este post e descubra quais são as principais causas e tipos da doença, os sintomas e veja como tratar.

Quais são as principais causas da estomatite aftosa recorrente?

Esse tipo de distúrbio pode acontecer em qualquer momento, sem ter um fator desencadeante. Mas existem alguns casos em que há favorecimento para o surgimento de aftas e feridas na boca.

A seguir, confira algumas dessas situações:

  • estresse emocional e físico;
  • alteração do sistema imune;
  • deficiências nutricionais;
  • alterações hormonais;
  • infecção por vírus da herpes;
  • histórico familiar da doença.

O diagnóstico correto da estomatite aftosa recorrente somente pode ser feito por um médico especializado. Somente ele vai observar os sintomas, registrar a frequência com que surgem e recomendar tratamento.

Quais são os sintomas da estomatite aftosa recorrente?

Os principais sintomas são aparecimento de aftas, bolhas e feridas na boca — essas têm formato oval e tamanho menor que 1 cm de diâmetro. Além disso, essas as feridas podem apresentar dor e dificultar a mastigação e a ingestão de líquidos.

Geralmente, a estomatite aparece nos lábios. No entanto, ela também pode surgir no céu da boca, na garganta e na gengiva, ao redor dos dentes.

agendamento

Quais os tipos de estomatite aftosa recorrente?

Essa doença pode ser caracterizada pelos diversos tamanhos e quantidade de aftas que formam na região da boca. Ainda, pode receber três classificações, as quais veremos a seguir.

Estomatite aftosa do tipo menor

Esse tipo de estomatite é mais frequente e é caracterizado por aftas de tamanho pequeno com, no máximo, 10 mm. Geralmente, essas aftas levam entre 10 e 14 dias para desaparecer. O formato das aftas é arredondado, apresenta cor acinzentada ou amarelada e tem as bordas da cor vermelha

Estomatite aftosa do tipo maior

Esse tipo de estomatite é caracterizado por aftas maiores que podem chegar a 1 cm. Normalmente, elas demoram meses para sarar devido ao seu tamanho. Esse tipo de estomatite é menos recorrente e as aftas surgem em menor quantidade, mas deixam cicatrizes na boca.

Estomatite do tipo herpetiforme

Esse tipo de estomatite aparece em surtos, sendo caracterizado por pequenas quantidades que surgem em grande número e em pouco tempo. Geralmente, tem tamanho de 1 a 3 mm.

Quais os tratamentos?

O tratamento para a estomatite deve ser realizado de maneira a eliminar as causas, por exemplo, tratando as doenças crônicas e situações de estresse. Para tanto, é possível utilizar uma medicação para aliviar os sintomas, como dor e desconforto.

Ainda, o médico pode indicar remédios anti-inflamatórios, antibióticos e anestésicos, dependendo de cada caso.

É importante sempre visitar o dentista para identificar previamente esses sinais que aparecem na boca. Assim, será possível realizar o diagnóstico com antecedência e ter mais chances de sucesso no tratamento.

Gostou dessas informações? Compartilhe o conteúdo com seus amigos nas redes sociais!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.