Agende sua avaliação

Você escova os dentes com força? Saiba o que pode causar aqui!

Tempo de leitura 3 min

O segredo de um sorriso bonito e saudável começa na escovação. No entanto, esse ritual diário de cuidado com a higiene bucal é cercado de alguns mitos. Por exemplo, há quem acredite que escovar os dentes com força é a prática ideal para manter a dentição limpa, mas não é verdade.

Nesse caso, o que parece ser uma atenção redobrada com a saúde bucal pode acabar desencadeando uma série de danos nos dentes e na gengiva.

Descubra quais são as consequências dessa má escovação e conheça o jeito certo de realizar a limpeza dos dentes. Vamos lá?

Quais os perigos de escovar os dentes com força?

Aqui estão os motivos que vão convencer você a ter mais cuidado durante a escovação.

1. Sensibilidade dentária

A longo prazo, a escovação com força começa a desgastar o esmalte que protege os dentes. Como consequência, pode surgir uma dor ou desconforto em um ou mais dentes, especialmente após a ingestão de alimentos muito frios, quentes ou doces.

2. Irritação gengival

O excesso de força ao escovar o dente, pode lesionar a gengiva. Num primeiro momento, ela pode ficar dolorida, mais avermelhada e até sangrar. Agressões constantes nessa região levam a formação de feridas, podendo desencadear infecções.

3. Lesões em outras regiões bucais

A escovação agressiva geralmente é realizada com movimentos mais rápidos com a escova percorrendo todos os cantos da boca. Por isso, além do machucado e sangramento na gengiva, esse hábito pode lesionar outras partes moles da estrutura bucal, como os lábios e as bochechas.

Além da vermelhidão, é comum haver um desconforto posterior para escovar os dentes novamente, para se alimentar e até para falar.

4. Retração gengival

O movimento da escova sobre o dente empurra a gengiva para cima. Com isso, parte da raiz do dente fica exposta, provocando bastante sensibilidade na região. Quando não tratada, essa retração gengival pode desencadear doenças como a periodontite e a perda dentária.

Como fazer a escovação correta?

Para evitar os problemas listados acima, preparamos um passo a passo para você adotar no ritual de escovar os dentes. Antes, é preciso relembrar algumas coisas.

• Opte por uma escova de cerdas macias.

Esse modelo é menos agressivo para o esmalte dentário e atua melhor na remoção de resíduos e placa bacteriana. As escovas que apresentam cabeças menores também são ideais, pois atingem todos os cantos da boca sem agredir nenhuma região.

Agende uma consulta com seu dentista para descobrir qual é o creme dental mais adequado para seu caso.

Uma boa escovação não deve ser feita às pressas.

Comece sempre com movimentos curtos e suaves. Com cuidado, faça a limpeza da região entre as gengivas e os dentes, áreas próximas a coroas e restaurações, bem como aqueles dentes difíceis de alcançar.

Divida a escovação em etapas.

Você pode seguir a seguinte sequência:

  • Com a escova inclinada e em movimentos delicados da gengiva à ponta dos dentes, limpe as superfícies que estão viradas para a bochecha dos dentes superiores e, em seguidas, da dentição inferior;
  • Escove a parte interior dos dentes superiores, passando para os inferiores;
  • Limpe com movimentos circulares suaves as superfícies dos dentes de mastigação até certificar que não há mais resíduos de nenhum alimento;
  • Finalize com a escovação da língua.

Escovar os dentes com força pode trazer muitos danos à saúde bucal. A boa notícia é que com atenção e essas dicas, você pode cuidar do seu sorriso com segurança. Então, não perca tempo e comece o quanto antes a cuidar da sua saúde bucal.

Por falar em escovação, descubra também como escovar os dentes com aparelho corretamente.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.