Saiba agora quais são os principais usos da escova interdental

Tempo de leitura 3 min

É normal se deparar com diversos tipos de escova de dentes nas prateleiras e ficar com dúvidas sobre qual é a mais indicada para cada caso. Se isso já aconteceu com você, saiba que uma das opções mais recomendadas é a escova interdental, usada frequentemente para tratamentos com aparelhos fixos para superar os obstáculos da higiene bucal.

Sabia que cada tipo de escova tem uma função específica? Neste post, vou abordar mais detalhes sobre o uso da escova interdental. Continue para conhecer suas particularidades, para que serve e como usá-la corretamente.

O que é uma escova interdental?

Trata-se de uma escova de dentes diferente da convencional, desenvolvida para a remoção de placa bacteriana em locais de difícil acesso, ou seja, regiões da boca que a escova tradicional não consegue chegar. Ela conta com um cabo de plástico e uma cabeça com cerdas presas por um fio, o que permite a limpeza entre os dentes.

Diferentemente da escova ortodôntica, que tem uma conformação mais conveniente para a adaptação aos braquetes, a escova interdental tem a capacidade de higienizar melhor os espaços entre os dentes.

Quando pode ser utilizada?

A escova interdentral é usada por pacientes que utilizam aparelho fixo, porque facilita a higienização dos espaços por trás do fio ortodôntico. Esse tipo de escova também é indicado para pacientes com problemas nas articulações ou na mobilidade.

A seguir, listo mais alguns casos em que a escova interdental pode ser utilizada para uma melhor higiene bucal.

Implantes

A escova interdental é uma excelente ferramenta para higienização de implantes dentários, principalmente durante a recuperação pós-cirúrgica, pois ajuda a remover restos de comida dos espaços entre os dentes implantados. Essa etapa da higienização é muito importante e pode ser decisiva para garantir o sucesso na adaptação do implante.

Coroa dentária

Os pacientes que usam próteses para substituir parte do dente também se beneficiam com a escova interdental. Nesse caso, ela permite a higienização do dente coroado, além de manter a prótese mais limpa e conservada.

Pontes fixas

As pontes são próteses parciais ou fixas que utilizam os dentes vizinhos como sustentação para completar o sorriso. Nesse caso, o paciente pode utilizar uma escova interdental para realizar uma higiene completa dos espaços entre os dentes e prevenir placa bacteriana.

Dentes afastados

Outro caso que pode se beneficiar das escovas interdentais são de pacientes com dentes afastados (diastema). O fio dental nem sempre é a melhor opção para higienizar os espaços entre os dentes, pois não consegue remover a placa bacteriana. Então, recomenda-se o uso de uma escova interdental.

Como utilizar corretamente uma escova interdental?

O uso é bastante simples e deve ser feito após a escovação e aplicação do fio dental. Insira a escova interdental no espaço entre dois dentes, fazendo um ângulo de 45 graus. Em seguida, deslize a escova suavemente com movimentos de fora para dentro uma única vez, sem pressionar. Nos dentes superiores, a ponta da escova deve apontar para cima; nos inferiores, para baixo.

A escova interdental é um acessório eficiente para higienizar o espaço entre os dentes e remover placa bacteriana. É importante lembra de fazer a troca periódica desse instrumento ao notar algum desgaste em suas cerdas. Assim, você garante mais eficiência na higiene bucal.

Agora que você já sabe para que serve a escova interdental, aprenda também como escovar os dentes com aparelho de maneira correta.

será que eu preciso de aparelho

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.