Agende sua avaliação

Descubra 7 formas de como tratar afta na gengiva

Tempo de leitura 6 min
O que você sabe sobre saúde bucal? Venha descobrir!

Você sofre com a dor provocada por uma afta na boca? Fica preocupado com isso? Saiba que a afta é uma inflamação muito comum que acomete pessoas das mais variadas idades. Ainda, gera incômodos, dificultando a mastigação e até mesmo a fala. Mas e quando aparece afta na gengiva, como tratar?

Existem várias formas de tratamento para esse problema. Por exemplo, podem ser adotadas algumas medidas caseiras para aliviar a inflamação. Mesmo assim, se a afta persistir por muito tempo, é importante buscar ajuda especializada.

Quer saber mais sobre esse assunto? Acompanhe este post e descubra como a afta na gengiva surge. Em seguida, veja 7 dicas para tratá-la e outras informações importantes sobre esse tema!

Como surge a afta na gengiva?

As aftas são pequenas lesões ulcerativas que se formam quando há um dano na mucosa da boca. A inflamação no local, que pode ser a gengiva, as bochechas, os lábios, a língua e até o céu da boca, atrai bactérias, agravando o quadro e fazendo surgir uma película branca com bordas amareladas, acompanhada de coceira e dor.

A afta na gengiva pode ser causada por vários motivos. Um deles é um trauma durante a mastigação ou escovação. Outra possibilidade é que a afta seja provocada por uma alergia ou pelo hábito de fumar.

Alterações salivares também são provocadoras da afta. Nesse sentido, é importante considerar a questão da nutrição, pois a deficiência de vitaminas e minerais pode promover o surgimento dessa lesão bucal.

Além disso, é necessário considerar a questão do estresse e ansiedade. Pessoas em situação de estresse elevado ficam com o sistema imunológico comprometido e, assim, podem ter afta frequentemente.

Como tratar a afta na gengiva?

Agora, confira 7 dicas para tratar a afta corretamente.

1. Faça bochecho de água com sal

A combinação de água morna com sal ajuda bastante na desinflamação da afta. Isso porque a mistura atua como um potente bactericida, retirando as bactérias que causam inflamação no local.

Para tanto, a medida correta é colocar uma colher de sopa de sal em um copo de água morna. Em seguida, realize bochechos durante alguns minutos. Pode ser que seja preciso fazer esse processo duas vezes ao dia, até que as aftas desapareçam.

2. Faça gargarejos com leite de magnésia

O leite de magnésia é uma substância que atua contra bactérias e que ajuda na cicatrização da região afetada. Esse produto é facilmente encontrado nas farmácias e pode ser útil para tratar a afta na gengiva. A dosagem correta é uma colher de leite de magnésia em um copo de água. Em seguida, faça gargarejos.

3. Use chá preto

O chá preto tem substâncias que ajudam a aliviar a dor e o desconforto causado pela afta. Uma dessas substâncias é o tanino, que atua eliminando resíduos e sujeira.

Para preparar o chá preto, basta utilizar um saquinho desse chá para uma xícara de água fervente. Aguarde a temperatura baixar um pouco e, em seguida, aplique o sachê na região da afta.

4. Aplique mel de abelha

O mel de abelha orgânico é um antisséptico natural, além de ter propriedades cicatrizantes que ajudam a acelerar o desaparecimento da afta na gengiva. É só aplicar uma pequena quantidade sobre a lesão quando sentir desconforto. Esse processo pode ser feito várias vezes por dia.

5. Utilize extrato de própolis

O extrato de própolis também é um ótimo cicatrizante e ainda atua como bactericida e anti-inflamatório, ajudando a desinfetar e a regenerar o local da lesão bucal. Seu uso é muito simples, basta aplicar uma gota do extrato sobre a afta, cerca de 4 a 5 vezes ao dia.

6. Procure um dentista para o diagnóstico correto

Caso a afta não melhore com o passar dos dias, é recomendado procurar a ajuda do dentista. Somente esse especialista consegue fazer um diagnóstico completo e correto para recomendar o melhor tratamento. Assim, é possível verificar, por exemplo, se existe algum distúrbio imunológico ou digestivo por trás das aftas.

7. Utilize os medicamentos prescritos

Entre os medicamentos que o especialista pode indicar para a afta na gengiva estão as pomadas anestésicas e anti-inflamatórias, que aliviam os sintomas e auxiliam no processo de cicatrização. Além disso, pode ser necessário tratar o que causou o problema. Um distúrbio digestivo, por exemplo, pode exigir medicamentos para regular a acidez do estômago, entre outras possibilidades.

Como prevenir o aparecimento das aftas?

Uma vez que a afta na gengiva tende a ser causada por uma alimentação muito ácida e, também, pela proliferação de bactérias, você pode adotar alguns hábitos para prevenir o aparecimento desse problema. A seguir, destacamos quais são eles.

Capriche na higiene bucal

A correta higienização bucal é essencial para conter a ação das bactérias na boca. Assim, faça uma escovação minuciosa, utilizando escova de dentes de cerdas macias, que não machucam a região. Utilize o fio dental e, ainda, um bom enxaguante bucal para complementar.

Faça mudanças na alimentação

Uma alimentação saudável, rica em vitaminas, ferro e outros nutrientes, ajuda na prevenção das aftas. Também é bom limitar o consumo de alimentos ácidos, muito condimentados e bebidas alcoólicas.

A afta na gengiva pode indicar um problema mais grave?

Normalmente, uma afta na gengiva dura de 7 a 10 dias. Quando ela não desaparece nesse prazo, é possível que se trate de algo mais sério. Por exemplo, uma lesão desse tipo perto do dente pode ser apenas uma afta normal ou, na verdade, uma fístula dental, que só desaparece quando esse quadro específico é tratado.

O aparecimento frequente de afta na boca também merece atenção reforçada. Várias condições podem ser associadas a isso, como deficiência nutricional, fatores genéticos, problemas emocionais e até doença celíaca, entre outras. Por isso, é fundamental fazer uma avaliação com o especialista para entender o que está acontecendo.

Essas foram algumas informações sobre como tratar afta na gengiva. Como você viu, esse problema pode ser facilmente tratado em casa, mas, ainda assim, é importante observar a necessidade de buscar ajuda especializada. Nesse caso, siga todas as orientações do dentista para que o diagnóstico correto seja alcançado e você possa iniciar o tratamento adequado quanto antes.

Quer ficar por dentro de mais novidades como essas? Não deixe de seguir as nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn!

será que eu preciso de aparelho

Quer receber mais conteúdo como esse de graça?

Cadastre-se para receber nosso conteúdo por e-mail.

E-mail cadastrado com sucesso
Ops! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, verifique se o captcha está correto.

6 Comentários

    Meu dente quebrou na frente é meu último dente ta furado

      Olá Ezequiel, como vai? Agende já uma avaliação com um de nossos especialistas na OdontoCompany mais próxima de você clicando aqui e vamos ver o que podemos fazer por você!

    Sinto bastante incomodo nos dentes finais dos dentes inferiores que dificultam na hora de mastigar. O que será isso?

      Olá Ana Vitória, como vai? Pode ser sensibilidade nos dentes. Agende já seu horário com um de nossos especialistas na OdontoCompany mais próxima de você pelo link https://odontocompany.com/

        Estou com umas afitas na gengiva na frente e na boca pra dentro está assado e doendo e o que ?

          Olá Rochelle, como vai? Recomendamos que procure um profissional
          para avaliar o seu caso. Agende já uma avaliação gratuita com um de
          nossos especialistas na OdontoCompany mais próxima de você pelo link
          https://odontocompany.com/clinicas

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.