Agende sua avaliação

Dentes trincados:  Veja 4 causas e como evitar esse problema

Tempo de leitura 3 min

Você já teve o dente trincado? Os dentes trincados apresentam uma rachadura ou fissura que pode atingir a superfície externa do dente e também os tecidos internos. Nem sempre o dente com uma trinca apresenta sintomas, o que faz com que a lesão passe despercebida até que a abertura aumente ou atinja a parte interna.

Além disso, é comum o surgimento de infiltrações, que aparecem alterando a coloração do dente trincado. O acúmulo dos corantes das bebidas e alimentos pode deixar a dentição com uma tonalidade cinzenta, acastanhada ou amarelada. 

Mas além de afetar a estética do sorriso, as trincas nos dentes podem facilitar o desenvolvimento de cáries e placas bacterianas. Em casos mais graves, essas bactérias podem provocar dor e sensibilidade, comprometendo toda a estrutura dentária.

Descubra 4 principais causas desse problema, os tratamentos disponíveis e o que fazer para proteger seus dentes.

Continue a leitura!

Quais são as causas dos dentes trincados?

A mastigação de alimentos duros, como torresmo, gelo, castanhas e balas é uma das causas mais comuns na formação de trincas nos dentes.

Acompanhe e veja outros fatores que podem desencadeiar o problema.

1. Traumas

Quedas ou pancadas na boca resultantes de acidentes ou de contato nos esportes podem formar fissuras nos dentes.

agendamento

2. Bruxismo

O bruxismo é o hábito de ranger os dentes, o que pode trincá-los por conta da força e pressão de uma arcada dentária contra a outra.

3. Hábitos nocivos à saúde bucal

Hábitos aparentemente inofensivos, como roer as unhas, palitar os dentes, morder a tampa de uma caneta ou usar os próprios dentes para abrir uma embalagem, podem deixar os dentes mais sensíveis, levando à formação de trincas.

4. Desequilíbrio na arcada

Por fim, problemas na mordida causados pelo alinhamento incorreto da arcada podem provocar uma pressão entre os dentes, formando trincas.

Existe tratamento para os dentes com fissuras?

Apenas o dentista pode determinar qual é a solução ideal para cada tipo de trinca no dente. Entre os procedimentos que podem ajudar a recuperar o dente danificado por uma trinca temos:

  • restauração ou adesivo dental: essa técnica sela a trinca, preenchendo com resina o espaço deixado por ela. Com isso, o dente fica protegido das infiltrações;
  • facetas ou lentes: são lâminas que formam uma espécie de capa protetora na superfície externa do dente. Além de proteger contra infiltrações, as facetas e lentes recuperam a estética do dente;
  • coroa: essa peça pode ajudar a recuperar apenas o lado trincado ou todo a extensão do dente;
  • canal: o tratamento é recomendado nos casos em que a trinca compromete a polpa do dente.

O que fazer para evitar a formação de trincas nos dentes?

O primeiro passo para se prevenir é rever alguns hábitos, a começar pela mastigação. Para tanto, evite ingerir alimentos de textura muito dura ou tente cortá-los em pedaços menores para reduzir o impacto. Ainda, não roa as unhas ou use os dentes como ferramenta para abrir coisas.

No caso da prática de esportes de contato, opte pelo uso de moldeira. O uso desse item também é recomendado para os pacientes com bruxismo. Já as lesões nos dentes provocadas pelo desequilíbrio na arcada dentária podem ser tratadas com o uso de aparelho ortodôntico.

Os dentes trincados não são apenas um problema estético e devem ser tratados o mais rapidamente possível, evitando maiores complicações.

Se você quer ficar por dentro de mais dicas para cuidar dos seus dentes, curta a nossa página no Facebook. Lá você fica por dentro de todas as informações para cuidar da sua saúde bucal.

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.