Ortodontia

Facetas de resina ou porcelana? Saiba qual utilizar

maio 6, 2019
Tempo de leitura 5 min

As facetas dentais são laminados ultrafinos, utilizados para corrigir imperfeições em um ou mais dentes. Elas podem ser de resina ou porcelana, que apesar de serem materiais que têm uma coloração idêntica à cor dos dentes, têm características diferentes.

A resina composta é um material muito utilizado em restaurações dentárias, pois tem um custo acessível e boa durabilidade, apesar de ser menos durável do que a porcelana. Já a cerâmica ou porcelana é muito utilizada para tratamentos com lentes de contato, facetas, para confecção de prótese sobre implantes e restaurações.

A porcelana é um material com qualidade superior à resina. No entanto, nem sempre ela é o material mais indicado para o tratamento com as facetas dentais. Isso porque cada caso pede um tipo de material, e o uso da técnica correta é o principal responsável pelo sucesso desse tipo de procedimento.

Neste post, vamos listar alguns pontos que devem ser levados em consideração para você fazer a melhor escolha entre a resina ou a porcelana para o tratamento com facetas dentais. Confira!

Tempo de tratamento

O tipo de material utilizado também influencia no tempo de tratamento com as facetas dentais. Caso o dentista indique a resina composta, o procedimento será feito bem mais rapidamente, pois, nesse caso, não há necessidade do uso de moldes, e o profissional faz o trabalho diretamente na boca do paciente. Por isso, apenas uma sessão já é o suficiente para confeccionar e cimentar uma faceta dental de resina composta.

Para confeccionar a faceta de porcelana são necessárias mais visitas ao dentista, pois ele molda a prótese e manda para o laboratório confeccionar a peça. Depois disso, ainda é necessário que o paciente faça os testes com o provisório, para somente então o dentista cimentar a faceta de porcelana nos dentes do paciente. 

O tratamento com facetas de porcelana necessita de um pequeno desgaste no esmalte dentário. Já com a resina composta, esse procedimento não é necessário.

Custos do tratamento

Caso o dentista sugira que você escolha entre resina ou porcelana, você deve levar em consideração os custos do tratamento. A porcelana é um material mais durável e mais caro. Além disso, para cimentá-la aos dentes, é necessário mais tempo do cirurgião-dentista, o que também deixa o tratamento mais dispendioso.

Outro fator que torna as facetas de porcelana mais caras é o fato de elas serem moldadas em laboratório de prótese. Quanto mais etapas tiver o tratamento, mais altos ficarão os custos.

A resina é um material mais acessível, o que reduz os custos do tratamento. Além disso, a resina é bastante versátil e de aplicação simples, ou seja, não necessita de tantas etapas como a porcelana.

Riscos de aparecimento de manchas

A grande desvantagem da resina composta é que ela sofre alteração de cor ao longo do tempo. Nesse caso, é normal que pacientes que façam o tratamento com facetas de resina notem que seu sorriso sofreu alteração de cor com o passar dos anos. Quando o paciente fuma ou consome alimentos ricos em corantes em excesso, as facetas mancham ou ficam amareladas mais rapidamente.

Esse problema não existe com a porcelana, pois ela é um material superior à resina nesse quesito. Nem mesmo quando o paciente tem maus hábitos aliados a uma higiene bucal deficiente, não há riscos de as facetas de porcelana sofrerem alteração de cor.

Durabilidade

A durabilidade é outro fator que deve ser levado em consideração no momento de escolher entre a resina e a porcelana para se submeter ao tratamento com as facetas dentais. De todas as diferenças entre os materiais, essa é a mais marcante.

A porcelana é muito resistente e, por isso, dificilmente se quebra, descola ou lasca. Por isso, pacientes que usam facetas de cerâmica não precisam de tantos cuidados em relação à alimentação, pois os laminados de porcelana cumprem muito bem as funções mastigatórias. Além disso, elas apresentam índices de infiltração por cáries mais baixo do que as facetas de resina.

Se bem cuidadas, as facetas de porcelana duram entre 10 e 15 anos. Já os laminados confeccionados em resina composta duram em média, dois anos.

Qualidade estética e brilho

Apesar de as resinas compostas existentes no mercado hoje em dia serem de bastante qualidade, nada se compara à porcelana. As facetas confeccionadas em cerâmica proporcionam um resultado bastante natural e fica praticamente impossível distinguir um laminado de porcelana de um dente natural. 

A resina composta apresenta uma qualidade muito boa, mas depois do primeiro ano da realização do procedimento há uma perda de brilho e lisura, o que torna a faceta em resina opaca e diferente dos dentes naturais. Isso acontece devido ao atrito das cerdas da escova e à ação química de determinados alimentos.

A porcelana é imune à ação das cerdas das escovas e muito resistente à ação dos alimentos e, por isso, mantém seu brilho durante muitos e muitos anos.

Resolutividade

Quando falamos em resolutividade, estamos nos referindo à versatilidade desses materiais, ou seja, como eles podem resolver diversos tipos de problemas de estética dentária. 

Nesse caso, as facetas de porcelana são bem mais versáteis, pois elas são indicadas para todos os casos de desarmonia dentária. Elas corrigem tanto problemas simples como de um dente maior do que o outro e espaço entre eles (diastemas) como situações mais sérias, para as quais é preciso fazer uma transformação radical no formato na e cor do sorriso.

As facetas com resina composta são mais adequadas para correções simples, como fechamento de diastemas e fraturas ou dentes trincados. Em casos de desgaste intenso por bruxismo ou correções drásticas de cor e formato dos dentes, a resina não é a melhor opção.

Mas vale ressaltar que quem decide entre as facetas de resina ou porcelana é o dentista, pois apenas ele tem conhecimento técnico o suficiente para saber qual a melhor opção de tratamento para seu caso. Por isso, é importante procurar por profissionais capacitados, pois qualquer que seja o material, são a habilidade e o conhecimento do profissional que vão garantir o sucesso do tratamento.

Gostou de nosso post sobre as facetas dentais? Que tal descobrir agora mesmo o segredo daquele sorriso perfeito dos famosos? Leia nosso próximo post e sorria ainda mais!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário