ATM e DTM: causas e tratamentos para disfunções na articulação da mandíbula

Tempo de leitura 3 min

Se você sente dores frequentes de cabeça ou de ouvido, ouve um barulhinho suspeito ao abrir e fechar a boca e sente a mandíbula deslocar algumas vezes, fique atento a essas sensações! Você pode estar passando por um tipo de disfunção na região ATM da mandíbula, denominado de DTM.

Isso é motivo de atenção, mas não é para entrar em pânico! Um cirurgião-dentista pode avaliar a situação e indicar os melhores tratamentos para resolver esses incômodos. No entanto, é muito importante manter a atenção aos sintomas para o quadro não se agravar.

Para você saber identificar as disfunções geradas na altura da mandíbula, que podem influenciar nas terminações articulares do crânio, leia as informações que reunimos aqui sobre ATM e DTM e tire todas as suas dúvidas.

O que são ATM e DTM?

Antes de darmos continuidade à explicação das dores articulares, vamos nos ater brevemente aos conceitos de ATM e DTM.

ATM significa “Articulação Temporomandibular“, articulação localizada no ponto do maxilar inferior que se liga ao crânio. Essa articulação é responsável pela movimentação da mandíbula para frente, para trás e para os lados, permitindo os movimentos da mastigação e da fala.

A DTM é uma “Disfunção Temporomandibular“, que pode aparecer quando a ATM não cumpre o seu papel por alguma ocasião de mau funcionamento entre as articulações. Quando ocorre a DTM, é preciso procurar um especialista capaz de indicar as formas de tratamento mais adequadas, tendo em vista que não existe um tratamento específico para essa disfunção.

Powered by Rock Convert

Quais são as causas da DTM?

Como mencionamos, sintomas como dores frequentes de cabeça, zunido no ouvido e estalos ao abrir e fechar a boca podem caracterizar uma disfunção temporomandibular. Para que você entenda como pode ocorrer o desencadeamento dessas sensações, separamos algumas causas da DTM.

  • fatores emocionais como ansiedade e estresse;
  • bruxismo (ato de ranger os dentes durante o sono);
  • traumas no rosto;
  • ausência de dentes na arcada dentária;
  • uso de próteses mal adaptadas;
  • roer unhas, mascar chiclete, dormir de bruços e mastigar apenas de um lado.

Em casos de suspeita de disfunção temporomandibular, a melhor indicação é evitar os maus hábitos que podem desencadear a DTM e procurar imediatamente um profissional especializado. Ele solicitará exames para avaliar o quadro e indicar o melhor tratamento.

Como é o tratamento para DTM

Embora a DTM não tenha uma cura, existem diversos meios saudáveis e funcionais de promover maior qualidade de vida ao paciente que sofre com essa disfunção.

Em casos dessa natureza, os dentistas recomendam placas de mordidas, medicamentos, exercícios fonoaudiólogos, exercícios de fisioterapia e acupuntura. Dependendo da gravidade do caso, o procedimento cirúrgico pode ser a melhor solução encontrada pelo especialista.

Esperamos que estas informações ajudem mais pessoas a reconhecer uma disfunção temporomandibular e a procurar tratamento especializado. As orientações que explicamos aqui não substituem a avaliação e recomendação de um dentista. Por isso, ao sentir os sintomas que caracterizam uma DTM, marque uma consulta.

Se você gostou do artigo sobre ATM e DTM e conseguiu esclarecer algumas dúvidas, conte-nos a sua experiência ao lidar com a DTM. Já sentiu sintomas parecidos? Acha que deve procurar um especialista? Deixe o seu comentário!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.