Ortodontia

Tratamento de canal escurece o dente? Descubra aqui!

fevereiro 22, 2019
Tempo de leitura 6 min

Muitas pessoas sofrem com alguns incômodos no dente, mas a odontologia ajuda a verificar e tratar o problema pela raiz — às vezes, literalmente. Entenda, neste texto, como funciona o tratamento de canal e saiba como evitar e até mesmo tratar o escurecimento dos dentes após realizar o procedimento.

Além disso, saiba quais são os principais sintomas (como é o caso de cáries profundas e fratura dental) que levam o dentista a indicar a técnica que remove a infecção na parte interna do dente. Comece a leitura agora mesmo e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

O que é o tratamento de canal?

O tratamento de canal causa muita dúvida aos pacientes, mas é preciso saber que a técnica é bastante eficaz para eliminar infecções na dentição. O processo consiste em retirar a parte danificada da polpa dentária, que é o local que contém vasos e liga internamente o dente ao organismo.

Após a remoção da área afetada, o dentista preenche o espaço com uma substância. O tratamento de canal evita que o dente seja completamente extraído, como já foi um hábito no passado. A solução trata o mal-estar pontualmente e evitando que a infecção se espalhe.

Para quem o tratamento é indicado?

Certamente não são todos os casos que precisam de um tratamento de canal. Mas alguns sintomas podem indicar a ação rápida de um profissional, é o caso de dor na dentição, perda do dente ou cárie profunda. O quarto sintoma ocorre quando a cárie chega a uma obturação já realizada, comprometendo a saúde da pessoa.

Se você está sentindo algum incômodo na boca e tem um grande trauma em um ou vários dentes, procure um especialista para que ele possa fazer exames clínicos. Exames de raios x e fotografia intra e extraorais ajudam o dentista a identificar o problema e apontar uma solução viável.

O que acontece com o dente após o procedimento?

Não há nenhum procedimento odontológico que não necessite de um diagnóstico preciso antes. Após o exame clínico indicar que o dente está comprometido, o profissional usa instrumentos para higienizar a área, limpando o canal e equilibrando a saúde bucal.

Após a limpeza, é preciso colocar um material flexível e em formato de cone na parte interna do dente. Para selar, coloca-se um cimento apropriado. A recuperação é bastante rápida, mas o tempo de duração do tratamento depende do caso do paciente e pode se estender a até três sessões.

O tratamento de canal deixa os dentes escuros?

Essa é uma das perguntas mais populares no consultório: é verdade que o tratamento de canal escurece a área? Respondendo à inquietação, é preciso dizer que geralmente a técnica não deixa os dentes mais escuros, mas a coloração dental pode mudar em algumas situações.

O escurecimento pode acontecer, principalmente, quando a remoção do nervo dental causa modificação química na área, alterando a aparência externa do dente. Outros casos que envolvem o contratempo depois do tratamento de canal são:

  • quando parte da polpa coronária começa a se decompor e a liberar substâncias que alteram a aparência natural do dente;

  • as partes da cavidade do dente não são completamente retiradas pelo dentista;

  • a extração da polpa infeccionada causa hemorragia no paciente;

  • ou quando substâncias oxidam a cavidade do dente, deixando-o com uma tonalidade mais escura.

Porém, pesquisas na odontologia descobriram como cuidar do canal sem alterar a cor natural da dentição. O uso de microscopia operatória, por exemplo, deixa a obturação mais confortável e melhora o resultado estético.

O escurecimento dental também pode ser causado pelo consumo de alguns alimentos e bebidas, como é o caso de café, refrigerante e uva. Pacientes que têm o hábito de fumar estão ainda mais expostos à alteração da cor natural dos dentes. Em todo caso, é possível conversar com o dentista para verificar como melhorar a estética do sorriso.

Outro ponto importante é quanto ao método causar dor. A resposta é simples: o tratamento passou a ser praticamente indolor graças à tecnologia, que aumentou a precisão e a segurança da técnica que remove a infecção na parte interna do dente.

Como evitar o tratamento de canal?

Se a raiz do seu dente já está em perigo, o melhor mesmo é tratar o canal. Para o futuro, alguns pesquisadores brasileiros estão desenvolvendo um gel que deve ser aplicado à polpa para acabar com a infecção, mas o material ainda não está disponível no mercado.

Antes mesmo de colocar a sua saúde em risco, o indicado é cuidar dos dentes no dia a dia e evitar problemas a longo prazo. Para isso, limpe-os com uma escova de cerdas macias e uma pasta dental apropriada.

Ao mesmo tempo, você deve ter cuidado com alguns alimentos e com o seu histórico de cáries. Para não deixar a dentição em risco, evite movimentos que possam quebrar algum dente e visite o consultório odontológico semestral ou anualmente.

Por que contar com a ajuda do profissional?

O tratamento de canal é importante para remover a parte danificada do dente. No entanto, é preciso contar com uma ótima clínica para não correr riscos. Você leu que o sucesso da técnica depende da precisão cirúrgica, já que o descuido com parte da polpa dentária infectada ou até com substâncias na cavidade podem escurecer o sorriso.

Para contar com o melhor diagnóstico e com as técnicas mais avançadas, informe-se sobre a qualidade dos serviços odontológicos na sua região e dê preferência ao profissional com ampla experiência. Um olhar técnico e humano é a combinação de que você precisa para se livrar dos incômodos no dente e voltar a sorrir com segurança.

Você descobriu neste conteúdo que o tratamento de canal cuida da parte infecciona dentro do dente, equilibrando a saúde oral. Sintomas como dor, cárie profunda e fratura dental podem indicar esse procedimento. A técnica geralmente não escure a região, mas há casos que alteram a coloração natural, ainda que isso seja reversível!

Agora que você conhece o tratamento de canal e sabe como evitar o escurecimento dos dentes buscando ajuda profissional, entre em contato com a OdontoCompany e agenda já a sua avaliação com o dentista!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário