Ortodontia

Entenda como a tecnologia é usada em tratamentos ortodônticos

novembro 19, 2018
Tempo de leitura 5 min

A inovação anda lado a lado com a odontologia. O uso de novos materiais, técnicas e equipamentos garantem resultados cada vez mais surpreendentes. Nesse contexto, ganha destaque a tecnologia utilizada nos tratamentos ortodônticos.

A ortodontia visa a corrigir o posicionamento dos dentes e ossos maxilares, proporcionando um sorriso dos sonhos, além de qualidade de vida. Os avanços nessa especialidade se voltam para aparelhos mais discretos e tempos menores de tratamento.

Quer conhecer melhor algumas tecnologias que aprimoram ainda mais os tratamentos ortodônticos? Confira nosso post!

Fios de nitinol

A primeira contribuição da tecnologia nos tratamentos ortodônticos é a utilização de fios ultramodernos compostos de nitinol, uma liga desenvolvida pela Nasa. Estamos falando de fios altamente flexíveis que têm uma memória de posição — de acordo com a temperatura a que são expostos, eles tendem a retornar à posição em que foram fabricados, o que ajuda na movimentação gradual dos dentes.

O material é produzido em um formato adequado a uma arcada dentária. O ortodontista coloca os fios nos dentes desalinhados, inicialmente os mais finos. Conforme os dentes vão se movimentando, é feita a substituição por fios de calibre maior.

Por que é inovador?

Antigamente, esse mesmo trabalho era feito a partir de dobras com alicate, o que exigia uma técnica apurada para o ortodontista movimentar dente por dente. Hoje, o especialista realiza o mesmo trabalho apenas compreendendo como os fios de nitinol funcionam.

A tecnologia permite que procedimento seja feito com maior rapidez. Há vantagens também para o paciente, que pode ir às consultas de rotina mensalmente (ou a cada 2 meses), e não toda semana ou de 15 em 15 dias.

Outro benefício é que a movimentação feita com esse material é muito mais suave quando comparada aos fios antigos feitos de aço. Assim, o tratamento ortodôntico se torna mais efetivo e com menor risco de prejuízo para a arcada dentária, pois é aplicada a força correta.

Aparelhos estéticos

Quem busca discrição na hora de alinhar os dentes pode se surpreender com os novos aparelhos estéticos. Pense nos fios e outros componentes do aparelho fixo tradicional. Agora, substitua esses materiais metálicos por outros transparentes.

Assim é o aparelho estético, que não aparece de forma exagerada no sorriso, já que é feito de materiais translúcidos, como safira, porcelana ou policarbonato.

Esses dispositivos podem ainda ser do tipo autoligados — um formato que dispensa o uso das “borrachinhas” para prender o arco ortodôntico. Essa forma permite um tratamento mais rápido e indolor, pois a aplicação da força é mais suave. Além disso, a ausência das borrachinhas reduz a chance do acúmulo de bactérias no aparelho.

Aparelhos invisíveis

Quem sonha em fazer o tratamento ortodôntico, mas não admite a ideia de ficar com o sorriso metálico ou com um aparelho que não possa ser retirado, precisa conhecer a tecnologia do aparelho invisível. Trata-se de um dispositivo que não aparece no sorriso e pode ser retirado para a alimentação e higienização. Portanto, é discreto, confortável e não atrapalha o estilo de vida do paciente.

O aparelho invisível é uma placa transparente feita de um plástico especial sob medida para o paciente. É fabricado por robôs e utiliza uma tecnologia 3D para que seja adequado de acordo com a arcada de cada paciente. Os também chamados alinhadores garantem os mesmos resultados que o aparelho fixo, porém em menor tempo.

Radiografia digital

Outra tecnologia que chegou para aprimorar os tratamentos ortodônticos são os equipamentos de radiografia digital panorâmica e periapical. Antigamente, esses aparelhos ficavam restritos às clínicas radiológicas, mas hoje já fazem parte também de clínicas odontológicas que buscam sempre a comodidade do paciente.

No passado, os consultórios faziam apenas a radiografia periapical e, quando precisavam de uma visão mais ampla da arcada e da face, tinham que encaminhar o paciente para fazer a panorâmica. Atualmente, é possível fazer toda a documentação, ter um diagnóstico e um plano de tratamento no mesmo ambiente, o que acelera os procedimentos na ortodontia.

Sem contar que os exames ainda eram analógicos e não digitais, o que demandava um tempo maior de espera para revelação e análise da radiografia por um profissional. Hoje, as redes de clínicas mais modernas conseguem fazer o diagnóstico na própria avaliação do paciente.

Dessa maneira, na primeira consulta já é feito um exame panorâmico, o que pode identificar muitas patologias que passariam despercebidas. Desse modo, o paciente recebe um tratamento completo e fica com a saúde bucal em dia, evitando problemas mais graves no futuro.

Mini-implantes para ancoragem ortodôntica

Você sabia que a tecnologia dos implantes também pode ser utilizada nos tratamentos ortodônticos? São os mini-implantes, microparafusos feitos de titânio que o especialista coloca em posições estratégicas com o objetivo de realizar uma ancoragem e fazer um tracionamento ortodôntico.

A vantagem é que o profissional consegue fazer a movimentação dentária de modo seletivo, evitando que outros dentes mudem de posição sem necessidade, o que agiliza o tratamento. A força pode ser aplicada diretamente no dente que precisa ser movimentado ou no implante fixado nele.

Um exemplo da aplicação desses dispositivos é fazer a movimentação de um molar que está virado para a frente. O ortodontista precisa posicioná-lo para trás, porém esse é um movimento bem complicado. Por isso, ele faz uso de mini-implantes, colocando-os em direção à garganta, o que possibilita ao especialista puxar o dente com uma mola.

Sem essa ancoragem, seria impossível fazer a movimentação, o que restringiria o tratamento ortodôntico. Para o paciente, é uma vantagem e tanto, já que não há pressão sobre as raízes e não há a necessidade do uso do aparelho ortodôntico, facilitando a alimentação e limpeza bucal.

Viu como a tecnologia está aprimorando cada vez mais os tratamentos ortodônticos? Os aparelhos mais modernos e discretos, o uso de fios inovadores, a facilidade da radiografia digital e os mini-implantes permitem mais conforto ao paciente, além de reduzirem o tempo para que ele consiga um sorriso perfeito.

Você quer alinhar os seus dentes e ficar com um sorriso mais estético? Entre em contato conosco e conheça os tratamentos da Odonto Company!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário