Ortodontia

Entenda aqui como funciona o clareamento dental a laser!

janeiro 16, 2019
Tempo de leitura 4 min

Nos dias atuais, quem não quer ter um sorriso harmônico para sair bem na foto? Muitas pessoas estão insatisfeitas com a coloração dos dentes e pensam em tomar alguma medida para clareá-los. Neste texto, entenda como funciona o clareamento dental a laser e identifique os pontos que o diferenciam do método convencional. Leia agora!

Qual diferença entre clareamento a laser e convencional?

Existe variação na forma de clareamento, que pode ser tanto do tipo caseiro (que usa um gel clareador e um molde para a dentição) quanto clínico (feito com laser). Tais métodos são recomendados para pessoas que têm dentes mais escuros, seja por trauma, pelo aspecto fisiológico ou por uso medicamentoso.

No procedimento caseiro, o paciente usa um molde confeccionado com base no tamanho da sua arcada. O material feito de silicone recebe um gel clareador (normalmente, peróxido de hidrogênio) que deve ser usado por até 3 semanas com sessões consecutivas de 2 horas e acompanhamento profissional. 

Já no consultório, o clareamento também usa um gel clareador (em porcentagem mais forte do que no caseiro), mas a novidade é que o produto é ativado por um laser que faz com que a fórmula química reaja clareando a dentição. O tratamento é feito em até 3 sessões de 1 hora cada com o dentista. 

Diferentemente do que pode ser pensado, as técnicas (seja a de consultório ou caseira) não enfraquecem o osso dentário e descartam a aplicação de anestesia. Os procedimentos não devem ser feito em grávidas, crianças e pessoas com hipersensibilidade.

Por que optar por fazer o clareamento dental a laser?

Maior rapidez

Não é por menos que começamos a lista por este motivo: o clareamento a laser é bastante rápido em comparação ao convencional. O feixe de luz age diretamente sobre o peróxido de hidrogênio e já apresenta resultado na primeira sessão.

Para se ter ideia, enquanto o método de consultório demora cerca de 1 hora e é finalizado após 3 aplicações, a técnica caseira se estende de 2 a 3 semanas, podendo aumentar os danos ao paciente sem orientação profissional constante.

Aplicação individual

O último parágrafo nos traz a este tópico: fazer todo o procedimento com o dentista é menos arriscado. O especialista tem domínio sobre ambas as técnicas, mas no caso da convencional, você terá que aplicar o gel em casa. O clareamento a laser reduz os riscos e coloca a estética da sua boca nas mãos de alguém experiente e confiável.

Casos de sensibilidade

Como você leu anteriormente, o clareamento dental é feito com base na aplicação de uma substância química, o peróxido de hidrogênio. Mas a fórmula não apenas melhora a coloração dos dentes, como também deixa a região sensível a alimentos e até o clima.

Nesse sentido, o método a laser está na frente em comparação ao caseiro (no qual a exposição ao gel clareador acaba sendo mais forte), uma vez que a luz terapêutica reduz a sensibilidade dental e diminui o risco de inflamação nas arcadas.

Mais comodidade

Por fim, uma grande diferença entre a técnica que usa laser para clarear os dentes é que ela traz comodidade ao paciente. Sabe por que você pode contar com isso? O processo que usa a luz para reagir à fórmula química dispensa a moldeira de silicone, que caracteriza a aplicação convencional.

Que precauções e cuidados ter com o tratamento?

Seja qual for o procedimento, você deve ter cuidado antes e após a finalização do tratamento. Para concluí-lo corretamente, faça escovação diariamente, reduza a quantidade de cigarros (se for fumante), evite bebidas a base de cola, uva ou cafeína e não esqueça de visitar regularmente o seu dentista.

Neste texto, você ficou por dentro do que é, para que serve e quais são os principais benefícios de clarear os dentes com raio laser. Além disso, viu como a técnica, que é mais ágil e confortável, se diferencia da convencional.

Agora que você sabe como age o clareamento dental a laser, leia este artigo para compreender os 5 principais métodos que deixam os dentes mais brancos!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário