Agende sua avaliação

Você sabe o que é gengivite? Veja como tratar esse problema

Tempo de leitura 6 min

Você sabe o que é gengivite? Bem, essa é uma das doenças bucais mais comuns, e a melhor forma de prevenção é manter uma boa higiene bucal. Assim, ter bons hábitos de limpeza ajuda a deixar dentes e gengivas sempre saudáveis e bonitos.

A doença em si não é grave, mas, se não tratada precocemente, pode trazer sérios danos à saúde bucal.

Neste post, vamos explicar o que é a gengivite e suas causas, sintomas e formas de tratamento. Acompanhe!

Entenda o que é gengivite

A gengivite é uma inflamação nas gengivas, causada pelo acúmulo de resíduos alimentares. Alguns dos sintomas mais comuns são: vermelhidão e inchaço nos tecidos, sangramento na hora de escovar os dentes e mau hálito.

É normal também que as gengivas fiquem retraídas. Quando esse fator ocorre, os dentes ficam parecendo maiores. Veja baixo alguns dos tipos mais comuns de gengivite.

Gengivite alérgica

A gengivite alérgica ocorre como resultado de uma reação alérgica a certos alimentos, produtos dentários ou substâncias químicas. Essa alergia pode levar à inflamação das gengivas e a outros sintomas gengivais.

Gengivite associada a outras doenças

Algumas doenças sistêmicas, como a herpes labial, podem estar associadas ao desenvolvimento da gengivite. Nesses casos, o tratamento da gengivite está ligado ao controle da doença subjacente.

Gengivite ulcerativa

A gengivite ulcerativa é uma forma mais grave da doença, caracterizada pelo desenvolvimento de úlceras nas gengivas. Essas úlceras podem ser dolorosas e requerem tratamento imediato.

Gengivite localizada

A gengivite localizada afeta apenas uma ou algumas áreas específicas da boca. Geralmente, isso ocorre devido a um problema local, como uma restauração mal ajustada.

Gengivite generalizada

A gengivite generalizada ocorre quando a inflamação afeta todas as áreas da boca, em oposição à gengivite localizada. Pode ser mais difícil de tratar devido à sua disseminação generalizada.

Gengivite ulcerativa necrosante

Essa é uma forma grave e dolorosa de gengivite que pode resultar em áreas de tecido gengival morto. É mais comum em pessoas com sistemas imunológicos comprometidos e requer tratamento urgente.

Gengivite por medicamentos

Alguns medicamentos podem causar inflamação nas gengivas como efeito colateral. Geralmente, isso ocorre quando certas substâncias dos medicamentos se acumulam nos dentes e nas gengivas.

Conheça os graus de gravidade da gengivite

Assim como existem tipos diferentes de gengivite, essa condição também pode variar em termos de gravidade. Aqui estão os principais graus de gravidade da gengivite.

Gengivite incipiente

Esse é o estágio inicial da gengivite, quando a inflamação é leve e mais fácil de tratar. Nessa fase, os danos à estrutura dos dentes ainda não ocorreram, tornando a gengivite reversível.

Gengivite moderada

Na gengivite moderada, os sintomas são mais pronunciados, incluindo sangramento ao escovar os dentes, gengivas vermelhas e inchadas e possível sensibilidade. O tratamento é mais urgente nesse estágio.

Gengivite avançada

A gengivite avançada é caracterizada por uma inflamação mais grave, que pode levar à retração gengival e à perda de dentes. O tratamento é necessário imediatamente para evitar complicações maiores.

Conheça as causas da gengivite

Quando não há uma higiene bucal adequada, ficam resíduos alimentares na boca que formam uma camada de bactérias, que é a placa bacteriana. Então, os microrganismos atacam as gengivas, causando a inflamação.

Além disso, alguns fatores contribuem para aumentar o risco de desenvolvimento da gengivite. São eles:

  • tabagismo;
  • excesso de peso;
  • diabete;
  • gestação;
  • medicamentos contraceptivos;
  • sistema imunológico deficiente;
  • menopausa;
  • deficiência de vitaminas;
  • consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Entenda as consequências da gengivite

A gengivite pode parecer um problema menor inicialmente, mas suas consequências podem ser significativas se ela não for tratada a tempo. Além do desconforto inicial, como gengivas vermelhas e inchadas e sangramento ao escovar os dentes ou passar o fio dental, a gengivite pode evoluir para complicações mais graves.

Periodontite

Se a gengivite não for tratada, ela pode progredir para uma condição mais grave chamada periodontite. Nessa fase, a infecção atinge os tecidos e ossos que suportam os dentes, causando reabsorção óssea, mobilidade dentária e, em casos extremos, a perda de dentes. A periodontite é uma condição crônica que requer tratamento contínuo e pode ter um impacto duradouro na saúde bucal.

Mau hálito persistente

A gengivite pode causar mau hálito crônico devido à presença de bactérias na boca. Esse sintoma pode afetar a confiança e a qualidade de vida de uma pessoa.

Gengivas recuadas

À medida que a gengivite progride, as gengivas podem começar a se retrair, expondo as raízes dos dentes. Isso pode levar a sensibilidade dentária e tornar os dentes mais propensos à cárie.

Abscessos dentários

Em casos graves de gengivite, abscessos dentários, que são bolsas de pus, podem se formar nas gengivas. Isso é extremamente doloroso e requer tratamento imediato.

Veja como prevenir o problema

Agora que você já sabe o que é gengivite e suas causas, está na hora de aprender como evitar o problema. A regra número 1 é manter uma boa higiene bucal. Então, ao fim de cada refeição, escove bem os dentes e use o fio dental pelo menos uma vez ao dia.

No entanto, é importante contar com uma escova de cerdas macias para não machucar os tecidos e promover uma limpeza eficiente.

Além disso, usar enxaguante bucal com indicação do dentista também ajuda a eliminar as bactérias causadoras da gengivite e manter o hálito fresco.

Conheça as formas de tratamento para a gengivite

Em muitos casos, uma boa escovação e o uso do fio dental já são suficientes para resolver o problema. No entanto, somente quando a gengivite está em estágio inicial. Quando a doença está em estágio mais avançado, é necessário marcar uma consulta com o dentista.

Quando a doença se agrava, é normal que o paciente tenha dificuldades em escovar os dentes, pois o sangramento é mais intenso, e ele pode sentir dores.

O tratamento consiste em uma limpeza profunda. O profissional usa instrumentos específicos para remover a placa bacteriana e o tártaro acumulados, que são os causadores da gengivite.

Em conclusão, a gengivite é uma condição oral comum, mas pode ter sérias consequências se não for tratada adequadamente e a tempo. A boa notícia é que, na maioria dos casos, a gengivite é tratável e reversível com a ajuda de um dentista e uma rotina de higiene bucal adequada.

Agora que você já sabe o que é gengivite, fique esperto e não descuide de sua saúde bucal. E não se esqueça: é importante ir ao dentista a cada 6 meses e sempre realizar a profilaxia dentária para prevenir a doença e realizar a manutenção da higienização bucal.

Gostou do post sobre a gengivite? Aproveite e aprenda agora o que causa manchas nas gengivas!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.