Implantes

Reabilitação oral: como funciona e quais os maiores benefícios?

setembro 19, 2018
Tempo de leitura 6 min

Ter um sorriso bonito é o sonho de muita gente, mas nem sempre há cuidado com a saúde da boca. Neste texto, entenda como a reabilitação oral pode solucionar os problemas bucais, sejam estéticos, sejam funcionais. Adiante abordamos o que é e para quem essa prática — que pode envolver diversos dentes e a gengiva — é uma indicação.

Antes, saiba que se costuma comparar tal procedimento odontológico à estrutura de um prédio. Explicamos: se você não cuida dos pilares de sustentação de um edifício, a consequência pode danificar toda a obra e, inclusive, levá-la a ruir.

Os dentes, igualmente, passam por um processo parecido, uma vez que a falta de atenção implica problemas sérios não apenas na boca, mas, também, em vários órgãos. Leia agora mesmo para descobrir tudo sobre reabilitação oral!

O que é a reabilitação oral e quando é necessária?

Antes de falar que tipos de procedimentos compreendem a reabilitação oral, é preciso entender bem o que a expressão significa no meio odontológico. Chama-se dessa maneira o processo que restaura a estética dental por meio de procedimento nos dentes ou na região da gengiva, seja uma restauração, uma extração ou um implante dentário.

Bom, você deve estar se perguntando para quais casos é indicada a reabilitação oral, não é mesmo? Antes de tudo, é importante ressaltar que você precisa se consultar com um cirurgião dentista para ter o melhor método para voltar a sorrir.

De maneira geral, a reabilitação acontece por duas vias: a primeira é a mais comum, porque envolve a decisão de deixar o dente com um aspecto estético melhor; já a segunda tem a ver com uma questão funcional e beneficia a harmonia da boca.

Porém a intervenção depende mesmo do caso apresentado no consultório. Há situações em que vários dentes estão danificados ou quebrados e outras nas quais a pessoa não consegue sequer mastigar corretamente devido à má oclusão. Por isso, esteja bem informado sobre como os procedimentos funcionam.

Como a reabilitação funciona e com que procedimentos?

Se você apresenta uma das duas causas ao seu dentista, é hora de avaliar a situação para chegar ao tratamento ideal. O profissional precisa, em geral, de exames clínicos, moldes das arcadas e raios-x ou tomografia da face para prosseguir.

Com o estudo completo em mãos, o especialista tem como definir o que fazer para obter bons resultados diante do sorriso do paciente. Adiante, reunimos alguns dos três procedimentos mais comuns nos consultórios, desde a colocação de prótese fixa até as novas lentes de contato bucal, passando, claro, pelos implantes.

Prótese fixa

A prótese dentária fixa é indicada para quem sofre com a perda de um (prótese unitária) ou diversos dentes (a do tipo parcial). Essa falta dental compromete a fala e a mastigação, sendo as próteses uma saída bastante eficaz, já que substituem os dentes originais e dão nova estabilidade à boca da pessoa. 

Implantes

Os implantes são peças feitas em material metálico com objetivo de substituir a raiz perdida do dente. Além disso, a implantação pode dar suporte à instalação de uma prótese na boca, restaurando a aparência bucal. O procedimento é recomendado para aqueles que apresentam algum dano nos dentes.

Lentes de contato dental

Diferentemente dos implantes, as lentes de contato são feitas em porcelana, resultando em um laminado com espessura entre 0,2 e 0,4 mm. O método veio para revolucionar a restauração dos dentes, dando uma aparência natural ao sorriso. A lente finíssima é uma solução para corrigir a coloração, ajustar o espaço entre os dentes e auxiliar no tratamento ortodôntico.

Além dos três tipos de procedimentos mencionados, a equipe odontológica pode indicar remoção de placa bacteriana, clareamento ou até mesmo tratamento de canal. É bom compreender, ainda, que o tempo gasto para concluir uma reabilitação oral depende, justamente, do método escolhido e da reação do paciente à cirurgia.

Por que passar por um tratamento reabilitador?

Como você leu anteriormente, o tratamento reabilitador envolve várias práticas e o seu caso pode requerer a colocação das lentes de contato bucal ou até mesmo a instalação de prótese sobre implantes. Contudo, sabe por que os especialistas recomendam a reabilitação? A resposta tem a ver com, pelo menos, três benefícios.

Devolver função

Porta de entrada ao corpo, a boca deve ser o primeiro cuidado de uma pessoa saudável. Contudo, nem sempre o paciente tem a devida atenção com essa região. O resultado são os problemas bucais, os quais podem comprometer outros órgãos (como o coração).

Ao fazer reabilitação, os ganhos incluem, primeiramente, o restauro da função dos dentes e da gengiva, para que você consiga realizar as atividades bucais (como a mastigação e a fala) de maneira adequada. Os sistemas corporais que dependem da boca ficam estáveis novamente e a sua saúde agradece!

Trazer ganho estético

É comum os pacientes chegarem à clínica procurando um ganho estético por meio da reabilitação oral. Pois é, essa é uma das causas que levam a procedimentos como a instalação de implantes ou próteses. Afinal de contas, quem não quer estar em dia com o corpo sem abrir mão da beleza, não é mesmo? O que nos leva ao próximo item: a autoestima.

Melhorar autoestima

O terceiro benefício ligado à reabilitação oral é a melhoria ou a conquista da autoestima. Não é de hoje que ter um belo sorriso está entre as suas prioridades, e você sabe como é importante se sentir bem consigo.

Quando uma pessoa não está confortável para sorrir, a sensação compromete vários pontos. Há pacientes que relatam desde antissocialidade até depressão por causa dos problemas dentais. A reabilitação oral devolve a segurança para você voltar a gargalhar sem medo!

Neste conteúdo, você aprendeu o que é a reabilitação oral, procedimento que pode envolver vários dentes e a gengiva para dar um ganho estético e funcional na sua boca. Além disso, descobriu como esse método odontológico funciona, seja com a prótese ou os implantes.

Agora que você já sabe o que compreende, como é feito e quais são os benefícios do procedimento de reabilitação oral, entre em contato conosco para agendar a sua consulta!

Você também pode gostar

1 comentário

  • Avatar
    Responder Altamyr Mielke setembro 10, 2019 at 5:03 am

    Gostaria de saber se é possivel uma pessoa diabética pode se sumeter ao tratamento .

  • Deixe um comentário