Implantes

Prótese fixa: qual a diferença das demais?

janeiro 30, 2019
Tempo de leitura 6 min

Atualmente são quase 40 milhões de brasileiros com alguma perda dental. O problema deixa de ser apenas na aparência e pode causar sérios danos à saúde, seja por motivos estéticos ou por questão funcional. Mas não precisa se desesperar, uma vez que a dentadura fixa pode restaurar e trazer o seu sorriso de volta.

Neste texto, entenda o que é, para quem é indicado e quais são as vantagens ou desvantagens do procedimento, que melhora a estabilidade da prótese, possibilita higiene e garante o conforto na boca. Leia agora mesmo e tire as suas dúvidas!

O que é e quem pode colocar prótese fixa?

Antes de conhecer os detalhes, compreenda que o método fixo é instalado sobre alguns implantes no maxilar ou mandíbula. O objetivo é harmonizar a aparência de quem perdeu vários dentes por trauma ou doenças como cáries e gengivite.

Além da prótese fixa, saiba que existem alguns métodos para acabar com a perda dental. No consultório, os dentistas também sugerem a peça parcial ou totalmente removível e até a flexível. Por outro lado, a indicação pode ser o implante dentário se a região sem dentes não for abrangente.

Geralmente, há dois casos principais que implicam o uso da prótese fixa para quem perdeu os dentes. O primeiro é quando o paciente já usa dentadura e deseja torná-la irremovível. O segundo se aplica a quem está prestes a perder toda a dentição e precisa restaurar uma grande parte da arcada em um primeiro momento.

Como a colocação da peça requer um procedimento cirúrgico, é preciso que o profissional seja cuidadoso ao examinar você, investigando o seu histórico de doenças e a quantidade óssea em bom estado para receber os implantes.

Com o diagnóstico clínico, determina-se a intervenção mais viável para dinamizar o problema. O processo começa com a implantação de 6 a 8 estruturas que suportam a nova base dental. Essa etapa de colocação das peças metálicas é crucial, uma vez que elas devem se adaptar aos ossos da boca.

Enquanto a implantação cicatriza, deve-se usar a prótese removível para fazer as atividades do dia a dia. Com a estabilização da área em alguns meses, o dentista finalmente fixa a prótese, melhorando a mastigação e a dicção da pessoa.

Quais as vantagens desse tipo de dentadura?

A indicação do procedimento depende de uma série de questões, desde o resultado da documentação ortodôntica (exame de sangue e tomografia) até a condição da estrutura bucal. É certo, contudo, que a prótese fixa traz benefícios a quem opta pelo método devido à estabilidade, facilidade na higiene e conforto ao sorrir.

Manter a higiene

A higiene é a chave para o sucesso de quem tem dentes harmônicos e saudáveis. Entretanto, muita gente que utiliza dentadura tradicional reclama da higienização da peça. A prótese fixa requer atenção para que se mantenha limpa, mas oferece mais facilidade na hora da escovação.

Garantir fixação

Uma queixa muito comum entre as pessoas que têm dentadura móvel é em relação à sustentação do aparelho na boca. Ao fixar a prótese com material rígido, você larga para trás o medo de perder ou deixar cair a dentição removível.

Aparentar naturalidade

Ao perder os dentes, não há como não sofrer impacto com o visual da boca. O protocolo sobre implantes deve ser uma opção para quem deseja ter um sorriso bastante natural, já que a prótese (confeccionada antes da implantação) é fixada em uma área extensa.

Durar mais tempo

Não é à toa que a fixação da prótese acarreta conforto e segurança. O material usado para confeccionar a peça é de extrema durabilidade. Nesse sentido, pode-se escolher entre o acrílico e a porcelana para compor o aparelho, que permanece funcionando perfeitamente por vários anos.

Estar confortável

A dentadura móvel pode ter menos aderência à boca, tornando mais fácil o surgimento de afta, machucado e sangramento na região. O método fixo, além de trazer mais segurança à pessoa, também é mais estável na boca. O resultado é sentido imediatamente pelo paciente: comodidade ao mastigar e falar.

Facilitar o tratamento

Por fim, mais um ponto positivo da prótese fixa (em comparação ao implante dentário, por exemplo) é o tempo de tratamento. Como a técnica comumente não requer enxerto ósseo, demora no máximo um semestre para fazer a cirurgia dos implantes e apenas um mês para confeccionar o modelo final.

Quais desvantagens o método pode trazer?

Você conhece as principais vantagens que o protocolo sobre implantes pode trazer à sua vida. Porém, há uma desvantagem que o método acarreta em comparação ao tradicional. A prótese não permite o uso de fio dental para limpar os dentes, uma vez que altera o espaço entre eles.

Outro ponto que você deve considerar é o custo mais elevado em relação ao método removível. Apesar de custar mais caro do que a dentadura tradicional, a técnica fixa compensa com uma aparência natural e uma durabilidade incomparável!

Quando ir ao dentista após a prótese?

Para um tratamento mais higiênico, a prótese fixa requer alguns cuidados especiais. Como o espaço entre os dentes é menor, limpe-os cautelosamente com escova interdental e passa-fio, para ajudar a remover possíveis restos alimentares entre a dentição e a gengiva.

O descuido com a limpeza da dentadura durante o dia e após as refeições traz bastante dor de cabeça (e de dente, claro). Em casos graves, ocorre inclusive inflamação na gengiva e até danos no implante. 

Para deixar a saúde bucal em dia, é preciso consultar o dentista de seis em seis meses. O profissional faz a manutenção e a limpeza da prótese para você voltar para casa com o sorriso trincando.

O protocolo sobre implantes pode ser um tratamento viável para quem sonha em ter um sorriso harmônico. O método fixo tem várias vantagens se comparado ao móvel, desde a melhora na higiene até o conforto da prótese na boca. Mas para gargalhar sem medo, o recomendado é sempre se consultar com o profissional!

Já sabe o que é, para quem é indicada e quais são as principais vantagens da dentadura fixa, não é mesmo? Então assine nossa newsletter para receber informações indispensáveis sobre a sua saúde bucal.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário