Ortodontia

O que fazer quando o dente siso está nascendo e não há espaço para ele

outubro 19, 2018
Tempo de leitura 6 min

Quem nunca ouviu falar sobre o dente siso, não é mesmo? O popular ‘’dente do juízo’’ é alvo de muitos questionamentos por parte da população. Esse receio faz com que alguns mitos surjam a respeito dessa estrutura, o que leva à desinformação e à falta de cuidados específicos.

Muitas pessoas têm dúvidas quando o dente siso está nascendo, mas neste texto você entenderá tudo sobre os terceiros molares, também conhecidos como dente queiro. Também descobrirá a idade em que a dentição costuma aparecer e ficará ligado no que fazer em caso de pouco espaço na boca para a erupção dental.

É importante deixar claro que problemas com os dentes podem resultar em outros problemas de saúde. Isso mesmo! Portanto, é fundamental que estejamos sempre bem-informados sobre esse assunto. Para aprender mais sobre o siso, continue a leitura.

O que são e quando aparecem os dentes sisos?

Antes de tudo, é preciso entender que o popular dente siso — conhecido por outros nomes em algumas regiões do país — corresponde aos terceiros molares, que são a última dentição a aparecer. Toda pessoa tem quatro dentes sisos, tanto na parte inferior quanto na superior da arcada.

Se você está preocupado quanto à idade em que eles surgem, saiba que o tempo de erupção depende das condições específicas do paciente, como o espaço entre a dentição e a característica da gengiva. Porém, os dentes sisos aparecem entre os 17 e os 21 anos de idade, normalmente.

Quais são as funções desses dentes para os seres humanos?

Para sabermos ainda mais sobre o dente siso, que tal conversamos sobre algumas das funções desse tipo de estrutura de nossa boca? Continue a leitura e descubra!

A principal função do dente siso para os seres humanos é potencializar a mastigação. Nossos antepassados alimentavam-se basicamente de alimentos crus, especialmente vegetais bastante rígidos que eram coletados em suas caminhadas. A carne, por sua vez, também era consumida dessa maneira.

Com o passar do tempo, após o descobrimento do fogo e de outras ferramentas capazes de ‘’amaciar’’ os alimentos, o siso passou a ser pouco utilizado. Hoje, por exemplo, tem se tornado cada vez maior o número de pessoas que jamais desenvolverão esse dente.

No geral, é esperado que o dente siso cresça sem ocasionar nenhum problema bucal. Contudo, há pessoas que têm dificuldade no momento em que a região dentária não apresenta o espaço ideal. O resultado são alterações na formação da arcada dentária e inflamações como a pericoronarite, que impactam o tecido da boca.

Como lidar quando o dente siso nasce sem espaço?

Já viu que o dente siso pode causar alguns problemas, não é? Quem tem pouco espaço na dentição quando ele surge pode sentir dor no dente, ter dificuldade para abrir a boca, apresentar mau hálito e até inchaço na gengiva.

Assim, o melhor é procurar um dentista quanto antes e verificar como proceder. Afinal, pode ser necessário extrair o siso, principalmente quando falta espaço para a erupção completa. Se for preciso no seu caso, não se preocupe com a dor do procedimento cirúrgico, pois será feito com anestesia local.

Agora, se o seu terceiro molar está crescendo de forma saudável e sem atrapalhar os outros dentes na boca, talvez não precise realizar nenhum procedimento cirúrgico. Por isso, procure sempre um cirurgião preparado para manter a saúde em dia e a beleza dos dentes. Faz toda a diferença!

Quando é preciso fazer a extração do dente siso?

Algumas vezes, a retirada dos dentes sisos pode ser recomendada por um dentista. A principal razão disso é a busca pela qualidade de vida do paciente, seja ao solucionar problemas diretamente ligados ao dente, seja em ocasiões em que o siso passa a atrapalhar o equilíbrio bucal.

A seguir, veremos quais são as indicações mais comuns para a exodontia, ou seja, a extração do dente siso. Confira:

  • dentes mal posicionados, que podem estar, por exemplo, pressionando os nervos da face;
  • dentes inclusos ou semi-inclusos, que podem gerar problemas internos;
  • dentes cariados;
  • criação de desalinhamento dos dentes;
  • dores na face;
  • tratamentos com aparelhos ortodônticos;
  • falta de espaço;
  • dentes sem função.

No entanto, é importante ressaltar que nem todas as pessoas precisarão remover esses dentes. Em alguns casos, eles eclodem de maneira perfeita e não atrapalham as funções bucais ou o dia a dia do paciente, podendo ser mantidos sem qualquer prejuízo à saúde dos indivíduos.

Como é feita a cirurgia de exodontia?

Seu dentista recomendou a cirurgia para a retirada de um ou mais de seus sisos? Não se preocupe! Agora é o momento de discutirmos os passos desse procedimento tão corriqueiro na odontologia.

Em primeiro lugar, saiba que a cirurgia pode ser feita em duas situações: na primeira, o dente está erupcionado, ou seja, para fora (ainda que apenas parcialmente). Na segunda, por sua vez, ele se encontra por baixo da gengiva.

Em ambos os casos, o procedimento começa pela aplicação da anestesia para eliminar qualquer dor. É possível sentir uma pequena pressão e um leve desconforto, mas nada que gere a dor propriamente dita. Em seguida, é feita é uma pequena incisão na região da gengiva próxima ao dente.

Depois, o dentista responsável remove o dente e suas raízes, além de fragmentos de ossos e outras estruturas. Por fim, é feita uma pequena sutura e o paciente estará liberado com um atestado (de acordo com os critérios do médico). O repouso é extremamente recomendado no dia da cirurgia.

Evite se alimentar com alimentos sólidos ou quentes durantes os primeiros três dias, fazer bochechos e esforços físicos. Além de seguir esses cuidados, não deixe de tomar as medicações recomendadas de acordo com o que foi solicitado pelo profissional. Isso evitará problemas como infecções.

Por que um ótimo dentista faz a diferença?

Você não entrega a saúde bucal nas mãos de um profissional desqualificado. O cirurgião-dentista deve estar comprometido com a sua qualidade de vida — não seria diferente com a extração dos sisos. Contando com uma clínica preparada, o especialista gabaritado faz a cirurgia para deixar o seu sorriso maravilhoso e para você arrasar nas selfies.

Neste texto, você descobriu o que é dente siso, suas funções e outras curiosidades. Também ficou por dentro das principais recomendações no caso de quem não tem espaço suficiente para o dente crescer na boca.

Viu como o problema do dente siso nascendo pode ser resolvido por um profissional competente? Agora, que tal saber mais sobre o tratamento de problemas dentários? Confira nosso artigo sobre troca de restaurações nos dentes e fique por dentro desse tema tão importante para a saúde bucal!

Você também pode gostar

2 Comentários

  • Avatar
    Responder Ana junho 13, 2019 at 3:37 pm

    Como eu trato o meu dente siso que está nascendo?

    • Dr. Paulo Zahr
      Responder Dr. Paulo Zahr setembro 18, 2019 at 5:33 pm

      Oi, Ana! Tudo bem? O ideal é agendar uma avaliação o quanto antes com um profissional.

    Deixe um comentário