Agende sua avaliação

Harmonização orofacial: 5 procedimentos que fazem parte dela

Tempo de leitura 6 min

A harmonização orofacial é uma área da odontologia que vem crescendo nos últimos anos. Isso se deve ao fato de que as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a aparência e buscam procedimentos seguros e eficazes.

Há um amplo conjunto de procedimentos que auxiliam as pessoas a melhorarem a questão estética e a autoestima. A harmonização orofacial é um dos procedimentos que fazem parte desse contexto.

Pensando na importância desse tema, neste conteúdo abordamos os principais procedimentos incluídos harmonização orofacial e destacamos para quem a harmonização é indicada. Continue conosco para saber mais sobre o tema.

O que é a harmonização orofacial?

A harmonização orofacial refere-se a um conjunto de procedimentos estéticos que visam melhorar a estética e a função da face. Os procedimentos podem ser realizados em diferentes áreas da face, como lábios, dentes, gengivas, nariz, queixo, entre outros.

Entre alguns exemplos de procedimentos feitos estão o preenchimento labial, botox e algumas intervenções cirúrgicas relacionadas à área da Odontologia.

Como se diferencia da harmonização facial?

A principal diferença entre as duas metodologias é a sua abrangência. O tratamento facial é mais abrangente, que pode ser realizado em diferentes áreas da face, como olhos, nariz, boca, queixo, maçãs do rosto, testa, entre outros. Já a harmonização orofacial é uma abordagem mais específica, que se concentra na face e na boca.

Além disso, há diferenças entre as metodologias quanto aos procedimentos e aos objetivos. A harmonização facial pode incluir uma variedade de procedimentos, como preenchimentos, toxina botulínica, laser, peelings, cirurgia plástica, entre outros. Quanto aos objetivos, a harmonização ajuda a melhorar a aparência geral da face, corrigindo assimetrias e realçando os traços naturais.

O tratamento orofacial, por sua vez, é geralmente feito com procedimentos minimamente invasivos, como preenchimentos, toxina botulínica, laser, entre outros. Vale destacar também que esse método pretende melhorar a estética e a função da boca, solucionando problemas como sorriso gengival, assimetrias e alterações na mordida.

Vale destacar ainda que a harmonização facial pode ser uma opção mais adequada para pessoas que desejam realizar alterações mais abrangentes na face. Já a metodologia orofacial pode ser uma opção mais adequada para pessoas que desejam realizar alterações mais específicas na boca.

Para quem a harmonização orofacial é indicada?

A técnica da harmonização orofacial pode ser utilizada para corrigir uma variedade de problemas, como:

  • sorriso gengival: o sorriso gengival ocorre quando a gengiva é exposta em excesso ao sorrir. A harmonização orofacial pode ajudar a reduzir a exposição da gengiva, proporcionando um sorriso mais harmonioso;
  • assimetrias: trata-se de uma condição comum que pode afetar a boca. A harmonização orofacial pode ajudar a corrigir assimetrias na boca, como lábios assimétricos ou dentes desalinhados;
  • alterações na mordida: elas podem causar problemas estéticos e funcionais.
  • rugas e linhas de expressão: a harmonização orofacial pode ajudar a reduzir rugas e linhas de expressão ao redor da boca, como rugas na testa, no canto dos olhos e na boca.

Além de melhorar a estética e a função da boca, a harmonização orofacial também pode ajudar a melhorar a autoestima e a confiança das pessoas.

A harmonização orofacial é uma técnica segura e eficaz, mas é importante consultar um profissional qualificado antes de se submeter ao tratamento. O profissional avaliará as suas necessidades e objetivos e recomendará o tratamento mais adequado.

Quais são os procedimentos que fazem parte?

Há um amplo conjunto de procedimentos que fazem parte da harmonização orofacial e cada procedimento apresenta características específicas. Por esse motivo, é fundamental ter conhecimento sobre o funcionamento de cada método.

Entre os principais procedimentos que fazem parte da harmonização estão a aplicação da toxina botulínica, o preenchimento com ácido hialurônico e o microagulhamento. Vamos destacar sobre esses processos, com mais detalhes, logo abaixo.

1. Aplicação de toxina botulínica

Trata-se de uma substância que pode ser utilizada para relaxar os músculos, reduzindo rugas e linhas de expressão. A toxina botulínica é um dos procedimentos mais comuns da harmonização orofacial, sendo utilizada para tratar rugas na testa, no canto dos olhos, no nariz, na boca e no queixo.

2. Preenchimento com ácido hialurônico

O ácido hialurônico pode ser utilizado para aumentar o volume de áreas da boca, como lábios, maçãs do rosto e queixo. O preenchimento com ácido hialurônico é um procedimento seguro e eficaz.

3. Microagulhamento

Esse procedimento utiliza pequenas agulhas para estimular a produção de colágeno e elastina. O microagulhamento pode ser utilizado para reduzir rugas e linhas de expressão, melhorar a textura da pele e tratar manchas.

4. Bichectomia

É um procedimento cirúrgico que remove as bolsas de gordura que ficam nas bochechas. A bichectomia pode ser utilizada para afinar o rosto e aumentar o ângulo da mandíbula.

5. Preenchimento labial

O preenchimento labial é um procedimento que utiliza ácido hialurônico para aumentar o volume dos lábios. O preenchimento labial é um procedimento seguro e eficaz, com resultados que duram de 6 a 12 meses.

Quais os benefícios da harmonização orofacial?

A harmonização orofacial é uma técnica que visa melhorar a estética e a função da boca. A metodologia pode ser utilizada para corrigir uma variedade de problemas, como sorriso gengival, assimetrias, alterações na mordida, rugas e linhas de expressão.

Além dos benefícios estéticos, a harmonização orofacial também pode proporcionar benefícios funcionais, como:

  • restauração da mastigação: o procedimento corrige alterações na mordida, que podem causar problemas na mastigação;
  • correção de mordida: a harmonização orofacial pode auxiliar a solucionar problemas na mordida, como dentes apinhados ou sobremordida;
  • diminuição de dores de cabeça: reduz dores de cabeça causadas por problemas na mastigação.

Destacamos neste conteúdo que a harmonização orofacial oferece uma ampla gama de procedimentos que podem ser utilizados para melhorar as questões estéticas e os procedimentos são seguros e eficazes. Então, é fundamental buscar por um profissional adequado, pois ele tem ampla experiência na área. Dessa maneira, as pessoas terão segurança para dar início a uma nova estética.

Quer saber mais sobre como funciona a harmonização orofacial e outros procedimentos que oferecemos? Conheça agora mesmo os nossos tratamentos e tire todas as suas dúvidas sobre o tema. Não perca esta grande oportunidade!

será que eu preciso de aparelho

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.