Implantes

Fim da prótese dentária móvel: saiba por que a dentadura caiu em desuso

janeiro 4, 2019
Tempo de leitura 7 min

Durante muito tempo, as dentaduras foram as melhores opções de tratamento para quem sofria com perda de um ou mais dentes. Embora a prótese dentária móvel seja eficiente e cumpra bem as funções, existem outras opções que oferecem mais conforto e segurança ao paciente.

Uma das grandes desvantagens das próteses totais e parciais removíveis é o desconforto que elas causam ao paciente no ato da mastigação, pois nem sempre elas se adaptam corretamente. Além disso, pessoas que usam próteses removíveis por muito tempo sofrem com a perda óssea bucal.

Falando na questão estética, as próteses móveis nem sempre proporcionam um visual agradável e por isso, elas vêm perdendo espaço para o implante dentário e para as próteses fixas, que além de oferecerem mais conforto, ainda melhoram a autoestima do paciente.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura deste post que daremos mais detalhes.

Qual a diferença das próteses fixas e implantes para as dentaduras e pontes?

O implante é um pino de titânio, que é fixado no osso da mandíbula ou maxila por meio de procedimento cirúrgico. Sua função é servir de suporte para um dente artificial — prótese sobre implante.

O implante dentário foi um marco na odontologia, pois é um tratamento muito prático e eficiente — ideal para substituir dentaduras, próteses móveis ou para suprir a necessidade da perda de um ou mais dentes.

Ao contrário da dentadura, o implante é fixo e para realizar o tratamento não há necessidade de haver desgaste nos dentes adjacentes, como no caso do procedimento de pontes fixas.

Quando um paciente faz o tratamento de implante, ele tem a opção de colocar três tipos de prótese sobre o implante. A seguir, vamos citar cada uma delas.

Overdenture

Quando um paciente já não tem nenhum dente, o implante unitário não é a opção mais viável. Nesses casos, a reabilitação é feita somente com dois implantes e a prótese fixada sobre eles. A overdenture é na verdade, uma espécie de dentadura, que inclusive, tem as gengivas. Ela tem o nome de implanto muco suportada ou implanto gengivo suportada.

A overdenture não é fixa e o paciente “abotoa” a prótese, o que permite que a higienização seja mais fácil e prática. Grosso modo, a overdenture é uma dentadura, mas que não fica solta na boca como a convencional. O melhor de tudo é que o tratamento não tem um custo elevado.

Próteses fixas tipo protocolo

As próteses tipo protocolo são indicadas também para quem já perdeu todos os dentes. Para realizar o procedimento, o dentista coloca de 4 a 6 implantes, dependendo da qualidade óssea do paciente que vai passar pelo tratamento.

As próteses tipo protocolo não têm céu da boca como as dentaduras, ou seja, elas só cobrem a região dos dentes, como na parte inferior. Essa opção é uma excelente alternativa ao uso da prótese dentária móvel, pois o paciente não precisa se preocupar com a mastigação e a fala.

Além disso, as próteses tipo protocolo proporcionam um visual bastante agradável, fato que contribui consideravelmente para a qualidade de vida e autoestima do paciente.

Próteses fixas unitárias e múltiplas

Quando um paciente perdeu um, dois ou três dentes no mesmo lado na boca, ele pode recorrer às próteses fixas e múltiplas. Nesse caso, o dentista consegue ajustar no caso de unitário ou de mais de uma prótese ou múltiplos.

As pontes fixas são indicadas para quem perdeu um, dois ou três dentes ao mesmo tempo. Para realizar o procedimento, o dentista faz o ajuste para unitário, no caso de perda de um dente ou múltiplo, quando é necessária a reabilitação de mais dentes.

Os implantes e próteses fixas são melhores? Por quê?

Sem dúvidas! Os implantes dentários ajudam principalmente no processo mastigatório, pois como são fixos, o paciente tem toda a segurança para comer sem o risco de algum constrangimento. Com o tratamento de implante, não há riscos de a prótese se desestabilizar e sair do lugar durante a alimentação.

Além disso, o paciente ainda tem mais segurança ao falar, pois com a prótese dentária móvel, é comum que as pessoas fiquem envergonhadas na hora de conversar por medo de a dentadura causar algum tipo de desconforto, como se soltar na hora da fala.

Quais as vantagens dos implantes dentários e próteses fixas?

Veja as principais vantagens dos implantes dentários em relação à prótese dentária removível.

Melhor mastigação

O paciente pode se alimentar sem medo de passar por constrangimentos ou não conseguir mastigar os alimentos corretamente.

Fala segura

Com a prótese fixa, o paciente tem total liberdade para falar, pois não há aquela sensação de chicletes na boca.

Autoestima elevada

Os implantes proporcionam melhor qualidade de vida para o paciente, pois não há riscos de constrangimento no momento da fala e da alimentação. Por isso, as pessoas que recorrem ao tratamento de implante se sentem mais seguras e determinadas.

Conforto

As próteses fixas não têm acrílico no céu da boca e por isso, seu uso é bem mais confortável.

Estética favorável

As próteses fixas são esteticamente bem mais agradáveis do que as dentaduras. Isso porque são confeccionadas em porcelana, que é um material que tem uma cor muito semelhante à cor dos dentes.

Qualquer pessoa pode substituir as dentaduras pelos implantes ou próteses dentárias?

Sim, mas é preciso que o paciente tenha qualidade e quantidade de osso suficiente para viabilizar o tratamento. Isso significa que é necessário uma altura óssea em torno de 10 mm para que o procedimento possa ser realizado.

Já para tratamento com próteses fixas sobre os dentes, é necessário que o paciente tenha dentes saudáveis e que a raiz dentária esteja em condições favoráveis. Mesmo em casos os quais o paciente não tem osso o suficiente, hoje em dias há opções de levantamento de seio maxilar e enxerto maxilar, caso haja necessidade do tratamento.

O que deve ser considerado na escolha do tratamento reabilitador?

É necessário que o dentista avalie todo o histórico de saúde do paciente. Pessoas com diabetes, hipertensão, problemas cardíacos e outras doenças precisam ser avaliados com cautela. Isso porque uma cirurgia de implante pede os mesmos cuidados de qualquer outro procedimento cirúrgico e por isso, o candidato ao procedimento precisa ter uma saúde favorável.

Pacientes com diabetes precisam controlar o problema, pessoas com doenças cardíacas só devem recorrer ao procedimento tendo em mãos o exame do cardiologista que comprove que ele está apto a passar pelo procedimento. No mais, o paciente deve estar com a saúde bucal em dia, ou seja, sem a presença de cáries ou doenças nas gengivas.

Quais os cuidados que a pessoa precisa ter com a prótese fixa?

Os cuidados com prótese fixa devem ser os mesmos de um paciente que tem todos os dentes saudáveis. A escovação deve ser feita de 3 a 4 vezes durante o dia e o fio dental deve ser usado diariamente. Complementar a limpeza com o uso de um enxaguante bucal também ajuda a manter a boca livre de bactérias e suas gengivas saudáveis.

No mais, é necessário consultar o dentista a cada 6 meses, pois durante as visitas ele vai avaliar sua saúde bucal e verificar se está tudo certo com as próteses.

Como você viu, se comparado à prótese dentária móvel, o implante dentário é a melhor opção de tratamento. No entanto, apenas o especialista pode indicar o melhor tipo de implante para você, depois de fazer uma avaliação criteriosa de seu caso.

Se você precisa de passar por uma reabilitação oral e procura por profissionais capacitados, a Odonto Company tem uma equipe altamente qualificada. Entre em contato conosco para mais informações.

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário