Agende sua avaliação

Veja como identificar e tratar a dor no nervo do dente

Tempo de leitura 3 min

Quem já sofreu com dor de dente sabe que ela é inesquecível. Não é nada fácil lidar com esse desconforto, que pode ter origens bem variadas. Uma delas diz respeito às lesões causadas no nervo do dente afetado. 

A dor no nervo do dente é bem característica e, também, uma das mais fortes. Saber identificá-la corretamente, e tratar o problema quanto antes é a melhor medida para preservar a estrutura e não precisar realizar uma extração.

E então, quer saber o que é a dor no nervo do dente? Quais são os seus sintomas e características? E como ela é tratada? Continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre o assunto! 

O que é a dor no nervo do dente?

O nervo do dente é uma estrutura interna, localizada bem “no meio” do dente. Ela é protegida por outras estruturas, conhecidas como dentina e esmalte (a mais externa). Estas não são sensíveis, ao contrário da polpa, região onde estão as terminações nervosas.

Quais são as suas causas?

As causas da pulpite, nome dado à inflamação da área em que se localizam os nervos, são variadas. Elas podem incluir:

  • bruxismo;
  • traumas na região da face;
  • mastigação inadequada;
  • cáries que perfuraram o esmalte e a dentina, penetrando na polpa dentária.

Como ela se diferencia das dores “comuns”?

Há muitos tipos de dor de dente, que podem incluir todos os dentes, a gengiva e até mesmo serem momentâneas, ligadas a algum trauma mais superficial. A dor no nervo, no entanto, é aguda e persistente. Ela também se agrava com alguns tipos de alimentos, como veremos a seguir.

Quais são os sinais da dor no nervo do dente?

Os principais sinais da dor no nervo do dente são:

  • sensação de dor aguda e penetrante no dente;
  • dificuldade em se alimentar;
  • pulsação dentária, que pode passar para a região da cabeça;
  • sensibilidade ao ingerir alimentos quentes ou frios;
  • dificuldade de comer alimentos como doces e frutas cítricas, entre outros.

Como é feito o tratamento desse problema?

Depende. Alguns casos de pulpite podem ser tratados, sem que o paciente precise passar por procedimentos específicos. Nesse caso, é feita a remoção da cárie ou do agente causador do problema, seguida pelo uso de medicamentos como anti-inflamatórios ou antibióticos.

Nos casos mais graves, é necessário realizar o tratamento de canal. Nele, o dente é aberto e a polpa é removida, assim como os nervos envolvidos nessa estrutura. Em seguida, o dente é restaurado, e o paciente não deve voltar a sentir qualquer desconforto na região.

A abordagem adequada para o seu caso será definida em conjunto com o seu dentista, após uma boa olhada em seus dentes e a realização de exames complementares, como o raio-x. 

Como vimos, a dor no nervo do dente é um problema complexo, desconfortável e que precisa ser tratado quanto antes. Caso você esteja vivenciando os sintomas mencionados, não deixe de buscar a opinião de um bom profissional da Odontologia!

Em caso de dúvidas ou se quiser agendar uma avaliação com um de nossos profissionais, fique à vontade para entrar em contato com a OdontoCompany!

Quer receber mais conteúdo como esse de graça?

Cadastre-se para receber nosso conteúdo por e-mail.

E-mail cadastrado com sucesso
Ops! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, verifique se o captcha está correto.

5 Comentários

    Muito esclarecedor o texto sobre a dor causada pelos nervos dos dentes. Obrigada! Faço visitas ao dentista no mínimo 1 vez ao ano (controle obrigatório) exigido pelo seguro. Independentemente disso, tenho sempre os devidos cuidados com a boa manutenção dentária. Há exatamente 2 anos, foi feito um novo bloco para um molar, sem, porém, tratar as raízes do respectivo dente. Moro na Alemanha, e aqui não é de praxe se fazer previamente este procedimento, para a posterior colocação do bloco. Então, exatamente no fim de semana retrasado fui pêga de surpresa com muiiita dor de dente. Foi terrível, realmemte, acho que se trata de uma “dor aguda e penetrante” . Pior, na segunda de manhã fui diretamente ao meu dentista, mas ele estava de férias. Procurei um dentista substituto de emergência e, foi feito o tratamento para alívio da dor. Realmemte, me ajudou muito. Mas somente na semana seguinte voltei ao “meu dentista”. Nervos (canal) tratados inicialmente, e sem dor posterior. Hoje, retornei para prosseguirmos com os devidos procedimentos. Quando o bloco foi removido, lá estava ela “A Cárie”😉 causadora de todo stress e dores terríveis. Desejo um “Bom e Belo Sorriso” sem dor a todos Nós!

      Oi, Lenny, tudo bem? Que bom que está gostando do nosso conteúdo, continue sempre nos acompanhando.
      E que bom que seu caso foi resolvido com sucesso!

    fiz um procedimento, como se fosse um começo de um canal, só que meu dente tá doendo muito, oq fazer ?

      Olá, Dias, você não está sozinho viu? Muitas pessoas querem desistir do tratamento odontológico
      devido a todo esse medo e desconforto. Mas, garantimos que no final, vai valer a pena!
      Seu sorriso vai ficar ainda mais lindo e saudável.
      Converse com o seu dentista, entenda seu caso, ambientalize no consultório.
      Agende já uma avaliação gratuita com um de nossos especialistas na OdontoCompany mais próxima de você
      pelo link e tire todas as suas dúvidas https://odontocompany.com.

Diga o que está em sua mente

Seu endereço de e-mail não será publicado.