Ortodontia

Descubra agora como a transposição dentária é feita

agosto 20, 2019
Tempo de leitura 5 min

Com a era das selfies, quem não quer ter um sorriso harmônico para sair bem nas fotografias? A resposta positiva é unânime, mas, antes de qualquer preocupação estética, é preciso colocar em primeiro plano a saúde bucal. Nesse sentido, um problema que acomete pacientes é a transposição dentária, que ocorre quando um ou mais dentes erupcionam em posição inapropriada.

Entenda neste texto o que é a anomalia, como o problema acontece — por traumas, movimentação irregular da boca ou até mesmo perda dentária —, quais são as consequências para o paciente e principais formas de tratamento. Além disso, saiba por que contar com uma clínica odontológica confiável para voltar a sorrir com segurança. Comece a leitura e tire as dúvidas sobre o assunto!

O que é transposição dentária

Antes de entender mais a fundo sobre o assunto, é preciso se perguntar sobre o que é essa disfunção. Respondendo à dúvida, a transposição dentária tem a ver com a posição dental, alterando a configuração de dois dentes adjacentes no momento em que eles estão surgindo ou se desenvolvendo.

A transposição dentária deve ser tratada porque afeta diretamente funções como a mastigação, causa danos aos movimentos da boca e, em último caso, leva à perda do dente. Fora isso, o problema abala a autoestima do paciente, que pode se sentir incomodado com a estética bucal e deixar de fazer ações corriqueiras, como sorrir e socializar.

Dessa forma, os especialistas classificam a anomalia bucal em dois tipos:

  1. chamado de completo, esse caso ocorre quando a posição da coroa e da raiz é totalmente prejudicada;
  2. o segundo tipo é denominado incompleto, pois acontece quando a disfunção compromete apenas a porção coronária.

A transposição é acometida normalmente pela inversão de posição do canino com o pré-molar superior, ainda que possa ocorrer entre o canino e o lateral superior.

Igualmente, a disfunção é mais comum no arco superior e no lado esquerdo da boca. Segundo esta pesquisa publicada pela Revista do Curso de Odontologia da UFPR, a transposição é mais comum entre mulheres. Mas esses fatores não explicam, até o momento, as causas do problema.

Quais são as principais causas

O que faz com que os dentes erupcionem em posição inadequada? A causa — ou, como chamam os especialistas, a etiologia — da transposição dentária é incerta, mas se sabe que a disfunção está relacionada a uma série de fatores, como perda dental precoce, traumas, síndromes, mudança na posição dos dentes e fenda palatina (quando o céu da boca é malformado).

Apesar de ser um assunto polêmico, os especialistas consideram que a anomalia que modifica a posição dos dentes tem, na verdade, uma origem genética. A literatura aponta dois tipos de transposições dentárias acometidas geneticamente: a transposição entre canino e incisivo na arcada inferior e a transposição entre canino e pré-molar na arcada superior.

Por outro lado, o problema é considerado raro e acomete menos de 1% da população, conforme esta pesquisa da Ordem dos Médicos Dentistas.

Como tratar o problema

A respeito do tratamento, é necessário examinar cada caso, uma vez que a intervenção depende de aspectos como a idade do paciente; por exemplo, quanto mais jovem for a pessoa, mais fácil será tratar apenas com ortodontia — especialidade que se dedica à prevenção e ao cuidado do crescimento e desenvolvimento da face, dos dentes e oclusão.

O diagnóstico dos “dentes trocados”, os quais ocorrem mais comumente na maxila e, em menor número, na mandíbula, é feito por meio da consulta e do exame de radiografia, que define se o problema compromete os arcos parcial ou totalmente.

De toda forma, o tratamento se liga ao alinhamento dos dentes, o qual pode mudar a posição de erupção, manter a posição em que os dentes erupcionam (refazendo a anatomia facial) ou até mesmo envolver extração dentária para a colocação de implantes. Geralmente, a anomalia é corrigida com aparelho fixo e, em algumas situações, o dentista precisa intervir cirurgicamente.

Quando a transposição é do tipo completa, precisa-se geralmente fazer restauração e colocação de coroas dentárias, harmonizando o sorriso estética e funcionalmente. Com pouco espaço para alinhar os dentes no arco, no entanto, o profissional pode extraí-los. Já em caso de transposição incompleta, o tratamento requer, em geral, aparelho ortodôntico, que consegue realinhar os dentes.

O ideal é sempre ter um acompanhamento desde criança para tratar o mais breve possível a anomalia. A experiência do dentista e o diálogo com o paciente serão decisivos para uma escolha conjunta do tratamento mais adequado.

Onde encontrar um bom profissional

A ciência e os dentistas inovam para melhorar os métodos cirúrgicos e aprimorarem os tratamentos bucais. As pesquisas — seja a investigação da Ordem dos Médicos Dentistas, seja a publicação do Curso de Odontologia da UFPR — são enfáticas ao afirmar que o papel do profissional é essencial para o melhor tratamento da transposição dentária.

No entanto, nem sempre o paciente conhece uma clínica confiável. Há cerca de três décadas no setor, a OdontoCompany compreende várias áreas da odontologia e oferece tratamento preciso para tal anomalia. Reconhecida por estar à frente nas técnicas ortodônticas, a clínica reúne especialistas da dentística, ortodontia, estética, implantodontia, entre outras áreas dessa ciência.

Outro motivo para contar com a OdontoCompany é a extensa rede de consultórios que integram a marca SMZTO Holding de Franquias. A companhia está em todas as regiões do Brasil, em mais de 450 unidades espalhadas do interior à capital com tecnologia de ponta e médicos dentistas preparados. Tudo isso com o intuito de tornar o tratamento bucal mais acessível para a população.

Neste conteúdo, você descobriu o que é a transposição dentária, que interfere na posição dos dentes e pode levar a sérias consequências para o paciente. Fora isso, entendeu o que causa a disfunção, como tratar o problema e onde encontrar os profissionais capacitados para cuidar da sua saúde bucal.

Agora que você sabe o que é, quais são as principais causas e como tratar a transposição dentária, entre em contato com a OdontoCompany para agendar a sua consulta com os melhores especialistas do país!

Você também pode gostar

Sem comentários

Deixe um comentário