Ortodontia

Cor dos dentes: qual a tonalidade ideal de um dente saudável?

janeiro 16, 2019
Tempo de leitura 6 min

Os tratamentos odontológicos estéticos conseguem modificar a coloração dos dentes, transformando o visual dos pacientes. Isso corresponde à necessidade de muitas pessoas que sonham com um sorriso perfeito

Mas qual é a cor dos dentes ideal para cada um? Qual tonalidade indica que um sorriso é realmente saudável e natural? É preciso ter em mente que há variações de coloração de pessoa para pessoa e que um tom mais escuro nem sempre quer dizer falta de cuidados com a higiene ou maus hábitos.

Se você quer entender melhor sobre a cor dos dentes e como a Odontologia pode ajudar a transformar a estética do sorriso, acompanhe nosso post!

Qual é a cor de um dente saudável?

A cor de um dente saudável depende de cada pessoa. A coloração é uma característica genética e, por isso, vamos encontrar dentes saudáveis mais amarelados ou acinzentados sem que isso seja causado pela falta de limpeza, por exemplo.

Os dentistas trabalham com 4 graduações de cores para determinar a tonalidade ideal no momento de realizar os procedimentos. São elas:

  • A — marrom avermelhado;
  • B — amarelo avermelhado;
  • C — acinzentado;
  • D — cinza avermelhado.

Veja que não existe a tonalidade branca para a cor dos dentes, pois ela não é uma coloração natural de um sorriso. Dessa forma, quando você faz um tratamento estético — como o clareamento dental — o dentista clareia os dentes, modificando a tonalidade dentro do possível na graduação de cor natural do paciente.

Além disso, é importante entender que no mesmo dente também há variações de tonalidades. O que confere cor ao elemento dental é a camada chamada de dentina, já que o esmalte é transparente.

Assim, na ponta do dente (porção incisal) em que há mais esmalte, ele é mais claro. Já na parte próxima à gengiva (porção cervical), há mais dentina e, por isso, o dente é mais escuro nessa região.

Outra modificação é encontrada entre dentes do mesmo arco — os incisivos são mais claros e caninos mais escurecidos; já os pré-molares e molares estão em uma tonalidade intermediária.

O que altera a tonalidade dos dentes?

A cor dos dentes pode variar de pessoa para pessoa, mas ela também se altera por diversos fatores. Vejamos alguns deles, a seguir. 

Idade

O envelhecimento provoca o amarelamento dos dentes. É um processo natural, decorrente da exposição da dentina a variados alimentos e temperaturas diferentes com o passar dos anos. 

Outro fator é que, com o avanço da idade, o esmalte dentário começa a se desgastar, deixando a dentina, que é porosa, sem a proteção necessária — o que favorece a absorção de pigmentos, principalmente de alimentos com corantes.

Má higienização

Uma limpeza bucal inadequada favorece o surgimento da placa bacteriana, que pode se transformar em tártaro — uma camada endurecida e amarronzada que altera a cor dos dentes.

A falta de hábito de usar o fio dental pode deixar a região da linha da gengiva e o espaço entre os dentes também mais escurecidos.

Cigarro

O tabaco, além de ser nocivo para a saúde de todo o organismo, é o grande causador do amarelamento dos dentes.

Uso de medicamentos

Alguns medicamentos, como o antibiótico tetraciclina, quando utilizado na infância, pode deixar o sorriso amarelado.

Alimentos pigmentados

Muitos alimentos, naturais ou industrializados, são ricos em pigmentos e podem alterar a tonalidade dos dentes. São alguns deles:

  • café;
  • vinho tinto;
  • suco de uva;
  • refrigerantes à base de cola;
  • chá-mate;
  • açaí;
  • ketchup;
  • molho de soja;
  • molho de tomate industrializado;
  • beterraba.

Excesso de flúor

Crianças que escovam os dentes e ainda não sabem cuspir podem ingerir muito flúor. A situação pode provocar a fluorose, quadro que causa manchas esbranquiçadas nos dentes permanentes.

Por isso, é muito importante que os pais supervisionem as crianças menores no momento da escovação e sigam as instruções do odontopediatra para escolher o creme dental adequado.

Erosão dentária

A erosão dentária é o desgaste do esmalte e também pode comprometer a coloração dentária. Pode ser provocada por refluxo gastroesofágico, consumo de alimentos mais ácidos, bruxismo ou, ainda, utilização de escova com cerdas mais duras.

Outros fatores

Traumas nos dentes ou tratamento de canal também podem deixar os dentes mais escurecidos e comprometer a estética do sorriso.

O que fazer para modificar a tonalidade do sorriso?

Veja como manter ou alterar a tonalidade dos seus dentes.

Higienização bucal adequada

Escovar os dentes sempre após as refeições e antes de dormir, utilizando uma escova de cerdas macias, creme dental com flúor e fio dental, vai prevenir o aparecimento da placa bacteriana e tártaro.

Mudança de hábitos

Abandonar o cigarro e reduzir o consumo de alimentos pigmentados vai ajudar a manter uma tonalidade mais clara do sorriso.

Visitas regulares ao dentista

Fazer o check-up odontológico também é garantia de dentes mais claros. O tratamento preventivo com a profilaxia — aquela limpeza profissional — vai deixar os dentes mais limpos, brilhantes e polidos.

Clareamento dental

Para fazer uma transformação na cor dos dentes, o ideal é o clareamento. O procedimento é feito com uma moldeira de silicone e um gel à base de peróxido de hidrogênio. A substância realiza um processo químico de quebra das moléculas de pigmentos.

O procedimento com gel clareador pode ser feito no consultório ou em casa. No entanto, a recomendação é sempre contar com a supervisão do dentista. Assim, você garante segurança e um resultado extremamente natural.

Há, ainda, alternativas para o tratamento de clareamento no consultório, como uso da luz ultravioleta, ideal para pacientes mais suscetíveis à sensibilidade.

Facetas e lentes de contato dental

Para casos em que a coloração do dente não pode ser alterada com o clareamento dental, a indicação é o uso de laminados cerâmicos — como as facetas de porcelana e lentes de contato dental.

São revestimentos ultrafinos e resistentes, colados dente a dente, que vão clarear o sorriso e corrigir pequenas imperfeições de forma bastante natural.

Viu só como não existe uma tonalidade padrão de sorriso para todas as pessoas? A cor dos dentes pode variar bastante e — para que seu sorriso fique mais bonito — você pode realizar os procedimentos estéticos, como o clareamento dental e aplicação de laminados cerâmicos.

Gostou das nossas dicas de estética bucal? Fique por dentro de outros temas como este — é só assinar a nossa newsletter e receber conteúdo atualizado em seu e-mail!

Você também pode gostar

4 Comentários

  • Avatar
    Responder César abril 28, 2019 at 9:24 am

    Preciso manter o meu dente branco.
    Ela é toda cinza.

    • Dr. Paulo Zahr
      Responder Dr. Paulo Zahr setembro 18, 2019 at 5:29 pm

      Olá, César. Tudo bem? Primeiramente, de qual cidade você fala?

  • Avatar
    Responder Maria Edileuza julho 19, 2019 at 7:09 pm

    Eu tenho perda óssea,posso usar aparelho dentário?

    • Dr. Paulo Zahr
      Responder Dr. Paulo Zahr setembro 18, 2019 at 5:30 pm

      Olá, Maria Edileuza! Tudo bem? O ideal é agendar uma avaliação, primeiramente, para o profissional analisar o seu caso e te indicar o melhor tratamento.

    Deixe um comentário